INFORME

Mediante os movimentos aos quais devo proceder e acatar, em respeito a vocês, meus Queridos Irmãos (ãs), ainda estou aqui. Entretanto, pode acontecer que as postagens não ocorram de forma como vinham se dando: diariamente.
Desta forma, não estranhem caso haja tal situação.
Que a Ordem Divina, permaneça em nosso caminho.

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

PERDER?... Paciência e equilíbrio

Postagem original, em 24.02.2016

PERDER?... Paciência e equilíbrio

Alguém consegue perder o que não tem?...


Não, não é?!

Então poque teimamos em ficar aceitando e repetindo certas frases como estas:
"- Não perca a paciência!",
"- Não perca o equilíbrio!"

e tantas outras mais?...


A paciência, o equilíbrio não podem ser compradas ou 'praticadas'! 
Nem são frutos das repetições de técnicas,
como as efetuadas para se 'andar na corda bamba' ou em parapeitos.
Eles não surgem/se revelam como resultado da disputa entre o coração e a mente,
da anulação/detrimento de um em razão do outro.  
Não se baseiam ou seguem por regras de conduta ou de obrigação/dever.
Tampouco partilham da permissividade ou condescendência que praticamos em nossa sociedade, no 'direito dos meus'.
Elas não coadunam com a injustiça ou falta da Verdade!


A paciência, o equilíbrio são atributos do estado de ser e consciência assumidos
Onde se deu a comunhão entre o coração e a mente, 
passando esta mente a reconhecer e a aceitar a sua condição (de onde nos encontramos e formatada), as suas emoções e as energias que atuam;
se propondo a largar o controle e a prisão dos conceitos. 

Desta forma, o que se perdeu, se não se tinha?

A consciência não se perde, 
pode-se, aqui neste plano, nega-la, preferindo seguir no estado em que nos encontramos, da ilusão/sombra. Mas não perdê-la, pois Ela faz parte, comunga com o TODO/Criação.
ArqueiroHur