INFORME

Mediante os movimentos aos quais devo proceder e acatar, em respeito a vocês, meus Queridos Irmãos (ãs), ainda estou aqui. Entretanto, pode acontecer que as postagens não ocorram de forma como vinham se dando: diariamente.
Desta forma, não estranhem caso haja tal situação.
Que a Ordem Divina, permaneça em nosso caminho.

sábado, 15 de outubro de 2016

REAÇÕES II – as emotivas

Postagem original, em 26.03.2013



REAÇÕES II – as emotivas

A emoção pode ser entendida como
uma agitação de sentimentos e ou abalos afetivos ou morais*
e que se traduzem de acordo com a discordância
ou afirmação da nossa afetividade, da nossa moral
e dos nossos conceitos.


As ‘reações emotivas’ revelam o “eixo ilusório”
no qual vivemos apoiados (gangorra).
Pois, qualquer contrariedade ou concordância
aos nossos conceitos, desejos e querer,
resultam em ‘reações emotivas’ de:
exaltação ou ‘afastamento’,
alegria ou tristeza,
prazer ou dor, aflição...
de aceitação ou discriminação,
excitação ou frieza,
ira ou benevolência,
permissividade ou vingança...

Ela sempre ocorre dentro do ‘a favor ou contra’,
indo de um extremo ao outro vulgarmente
e inconstantemente,  pelo  interesse  que se tem.

Diferentemente  da reação do SER, da LUZ
que se dá e ocorre conscientemente, 
respeitando as Leis da Criação e a Vontade Divina,
efetuando assim, o que é necessário para o TODO,
dentro e para a manutenção do seu equilíbrio...


Mas, são por estas ‘reações emotivas’
que tenho a oportunidade  me reconhecer e rever,
de perceber o que ainda ‘me prende’ e que pode vir
a ser ‘utilizado pela sombra’.
São por elas ou no “romper com elas”, que mostro
ao Universo Evolutivo se estou pronto e apto
ou não,
para as novas tarefas e etapas do caminhar.

Então, que eu saiba perceber e reconhecer
as “reações emotivas” diariamente,
para rever-me e poder nas próximas oportunidades,
freá-las;
e me entregar às reações do SER,
conscientes e necessárias ao TODO
e ao meu caminhar.
ArqueiroHur
   
*fonte Houaiss