INFORME

Mediante os movimentos aos quais devo proceder e acatar, em respeito a vocês, meus Queridos Irmãos (ãs), ainda estou aqui. Entretanto, pode acontecer que as postagens não ocorram de forma como vinham se dando: diariamente.
Desta forma, não estranhem caso haja tal situação.
Que a Ordem Divina, permaneça em nosso caminho.

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

APRENDA A SER

Postagem original, em 09.11.2011


APRENDA A SER

Faça por completo o que tiver de fazer, com consciência e determinação.

A “obrigação” não vem da LUZ, é mais um conceito que lhe convenceram ser real.

Ser consciente é ser responsável. 
E quando se é responsável, se “sente” o que se deve fazer e pronto.

Pela “obrigação” se efetua pelo sentido de “dever”  e ou porque alguém assim lhe colocou. 
É externo.

Mas a LUZ não lhe “obriga”! 
Ela lhe dá o entendimento e lhe permite a escolha, de realizar ou não pelo Coração/Sentir e em consciência. 
É interno.

Então, aprenda a SER e FAÇA!
Mas faça-o mesmo, sem temor ou “achar” que possuis “dívidas” com alguém.

Exemplo: Se por sua convicção ou desejo, consideras que devas
 “romper” com  alguém, faça isto na sua totalidade
(obs: quando é o Universo que indica o “rompimento”, situações quanto a objetivos, caráter e propósito, são postos para a sua observação), 
dando a atenção devida aos aspectos energéticos como: trabalhos, objetos, práticas, enfim... 
Desvincule-se de “todas as ligações energéticas”!  
Não creia, que somente ignorando o “outro”, irás alcançar o seu objetivo, este "padrão" de deixar quieto, não é da LUZ. 
A energia está em tudo e não agindo neste sentido, ficarão ambos ainda, “presos e algemados”.

No entanto, se reconheces e “sentes” a “importância” na sua vida/jornada, assuma isto! 
Não dando a menor valia para o que os "outros" 
(incluo aqui, seu próprio ego e convicções) venham a achar da sua atitude.

Seja qual for o caminho que determinastes, honre-o!

Saia de cima do muro da “obrigação e dever”, 
pois, quem é mesmo (seja lá o que for) não fica sem saber o que “quer” e determinou para si e seu caminho.  
Ele é  e assume, não fica iludindo a si mesmo e em consequência aos outros, 
gerando mais e mais consequências por esta "indecisão".
ArqueiroHur