INFORME

Mediante os movimentos aos quais devo proceder e acatar, em respeito a vocês, meus Queridos Irmãos (ãs), ainda estou aqui. Entretanto, pode acontecer que as postagens não ocorram de forma como vinham se dando: diariamente.
Desta forma, não estranhem caso haja tal situação.
Que a Ordem Divina, permaneça em nosso caminho.

sábado, 17 de dezembro de 2016

LIMITANDO-SE

Postagem original, em 06.09.2013


LIMITANDO-SE


A limitação, por si só,
não significa um entrave ou empecilho.
Mas tão somente algo a ser respeitado,
transposto e ou “repassado”.

O que faz a limitação tornar-se um entrave,
é o seu não reconhecimento
pela arrogância, soberba e ou prepotência.
Pela indignação e ou não aceitação da sua existência.  


Sendo a limitação uma oportunidade de se desenvolver
e de se atuar com a humildade, perseverança
e determinação;
o que nos limita é o nosso vínculo e apego com
o orgulho e a inveja,
com o melindre e o despeito.

Ou seja: quem se limita somos nós próprios.

Somos nós que negamos nossa Voz Interior.
Somos nós que nos atrelamos ao medo,
aos desejos, à vingança, à cobiça...
Que seguimos aos conceitos "cegamente",
sem nos apercebermos das contradições,
dos antagonismos que praticamos...


Todo o externo, com suas mais diversas frequências aqui,
nada mais é do que a oportunidade de escolha
que a Criação nos oferta.
Onde por nossa própria determinação e vontade,
nos sintonizamos, seguimos e nos entregamos 
ao que mais nos atrai.
Desta forma, não é este externo o fator que nos limita.
Ele está ali cumprindo o seu papel
e nos permitindo ter a escolha do caminho. 

ArqueiroHur