INFORME

Mediante os movimentos aos quais devo proceder e acatar, em respeito a vocês, meus Queridos Irmãos (ãs), ainda estou aqui. Entretanto, pode acontecer que as postagens não ocorram de forma como vinham se dando: diariamente.
Desta forma, não estranhem caso haja tal situação.
Que a Ordem Divina, permaneça em nosso caminho.

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

O “ano novo” e a “vida nova”.


Postagem original em 31.01.2015



O “ano novo” e a “vida nova”.

Há uma máxima que promulga:

“Ano novo, vida nova!”

E isto vai/vem sendo ‘afirmado/repetido’ pela grande maioria da humanidade, nas mais diversas culturas, nos mais distantes 'cantos' do planeta, estando no inconsciente coletivo já há alguns séculos.

Mas, vejamos o que é o “ano novo”:
- Não será somente mais um conceito/convenção, tanto que várias culturas possuem seu calendário próprio/individual e assim, seu “ano novo”
(citando como exemplo, os calendários: Maia, Chinês, Judaico, Gregoriano, Tibetano, Islâmico...)?
Nota: o que leva a “alguns a praticar” em mais de uma data, pois são ‘seguidores’ das festividades anuais ou dos mais diversos “santos”.

- E, sendo uma convenção/conceito, pode ele ‘trazer’/fazer fluir uma “vida nova”, ou somente vai refletir uma “mudança” de desejos e ou mesmo de conceitos?...

- Tem como uma “vida nova” se calcar, desenvolver por sobre repetições de valores, rituais, crenças e etc.?...

O alimento da sombra/ilusão, não é o que por ela é semeado,
mas sim a nossa apatia e falta de coragem em assumirmos a responsabilidade sobre os nossos passos e em rompermos com os padrões. Entregando-nos ao ‘mais prazeroso e ou cômodo/fácil’.

Cabe a cada um perceber a coerência ou falta dela nas suas atitudes e praticas. Pois os ‘de fora’, mesmo o Universo Evolutivo, nada podem fazer a não ser apontar ou fornecer orientação;
mas a ação, seja ela qual for (de acomodação ou explosão, de aceitação ou negação...), será sempre sua.

É você quem decide ‘seguir com promessas’ ou não.

É você quem se permite ‘viver na fantasia de um amanhã’ ou não.

Somente você pode SER em cada momento e situação.


ArqueiroHur