INFORME

Mediante os movimentos aos quais devo proceder e acatar, em respeito a vocês, meus Queridos Irmãos (ãs), ainda estou aqui. Entretanto, pode acontecer que as postagens não ocorram de forma como vinham se dando: diariamente.
Desta forma, não estranhem caso haja tal situação.
Que a Ordem Divina, permaneça em nosso caminho.

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Sobre a informação

Postagem original, em 30.10.2014


Sobre a informação

É muito difundido, estando enraizado no “nosso entender”,
que: a informação se traduz em poder.

“Poder” para “obter” o que desejamos (bens, colocações e etc.).
E este “poder” se revela diante dos outros e de diversas situações,
trazendo-nos assim, status e o “respeito”.

Desta forma, lançamo-nos cada vez mais em busca de informação, sem, no entanto, nos preocuparmos em que elas realmente nos acrescentam, em que vibração estão, se elas realmente nos são devidas. E, com isto, vamos nos “enchendo de conhecimento” e ocupando-nos em cada vez mais obter informação e tudo o dela advém. Mantendo-nos numa seara que cada vez mais acrescenta grilhões em nossos passos. 

Devíamos nos perguntar:
- A que nível se destina esta informação, em que frequência ela se encontra?...
- Ela reflete a Verdade, ou é algo que busca o controle tão desejado pela humanidade/ego?...
  
Mas, para que tais perguntas possam ser devidamente respondidas,
devo, de antemão, ter ao menos a noção do nível em que me encontro, para que nele possa mergulhar.

Ora!... Se me encontro no nível de alfabetização, como posso querer entender o que se dirige ao nível de mestrado, o que desta vibração posso absorver?... Ou ao contrário, como posso me permitir à vibração da alfabetização, em detrimento à vibração do mestrado em que deveria estar sintonizado?  

Em ambos os casos, o que a informação fornece?...

O que deve ter valia: aquilo que posso ‘mostrar’ que adquiri/conquistei ou o que é voltado para o TODO?...

Se um passarinho que ainda não criou as penas e formou suas asas,
se lança do ninho, o que acontece com ele, conseguirá voar?...
Um bebê que ainda não possui força nas pernas para ficar de pé, em equilíbrio, pode se aventurar a correr?...

Lembrando:
O verdadeiro poder se encontra na Luz do Universo Evolutivo/Criação, que é voltada para o TODO.

Assim, antes de procurar entender a informação que paira no ar,
sem compreender e negando os meus limites e condições,
devo me focar em entender o meu próprio caminhar e aceita-lo,
para poder perceber/SENTIR se o que está sendo fornecido me é cabido ou não.

ArqueiroHur