INFORME

Mediante os movimentos aos quais devo proceder e acatar, em respeito a vocês, meus Queridos Irmãos (ãs), ainda estou aqui. Entretanto, pode acontecer que as postagens não ocorram de forma como vinham se dando: diariamente.
Desta forma, não estranhem caso haja tal situação.
Que a Ordem Divina, permaneça em nosso caminho.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Pequenos Pensamentos - CXCIII


postagem original, em 19.11.2012


           Como observar e compreender
           qualquer coisa/situação além da matéria, 
           do corpo físico,
           sem observar e compreender a energia, 
           a sua origem?

           O descaminho da humanidade se dá (começa)
           quando em qualquer consideração, concepção
           ou conceito,
           se ignora e ou desconsidera 
           as Leis da Criação e a VONTADE Divina.
                                                                                   ArqueiroHur


TODOS OS DIAS...

Postagem original, em 29.08.2012



TODOS OS DIAS...

Não há um só dia em que TODOS os SERES, de TODOS os REINOS,
aqui encarnados, não lutem pela sua sobrevivência voltados e vinculados à da sua espécie...

Botões de flores desabrocham,
enquanto outros murcham, caem.


TODOS estes SERES seguem e respeitam as Leis da Criação e da Natureza (da Mãe Terra). Mesmo sujeito ‘as ações do tempo/clima’,
estão ali todos os dias em concordância a harmonia. Não desistem, nem reclamam...

Pássaros cantam,
enquanto outros silenciam-se, daqui se foram.


Estes SERES travam uma intensa batalha diária, 
mas sempre de pé. 
Pois, mesmo tendo de conviver com a ingratidão, ganância 
e individualidade humana, não se ‘vingam’, 
nem agem com covardia. Apenas permanecem efetuando seu caminhar...

A troca natural,
onde um se serve do outro no que necessita,
é Lei que se vê e segue.


Sujeitos as intempéries e ao descaso humano, estes SERES ‘refazem-se’ TODOS OS DIAS!... Aprendem em cada momento
e não ‘fazem’ de todos os humanos, como ‘farinha do mesmo saco’.
Mantêm-se alinhados e ‘percebem/SENTEM’ a diferença/diversidade humana em suas ‘sintonias’. 
Mesmo tendo presenciado o extermínio de sua ‘família’, 
conseguem conviver e dar AMOR ao humano, aprendendo com as situações e superando-as...

Pode o vento, a chuva ou ‘o homem’ destruir o seu abrigo,
que no mesmo dia começa-se a se levantar outro.


E nós, humanos?...
Ficamos TODOS OS DIAS voltados para o que ‘nos acontece’!
Ao que ‘o outro nos fez’, ao que ‘perdemos’ ou ‘deixamos de ganhar’...
Dedicamo-nos ao que ‘queremos e desejamos’, ‘damos um amor’
quando e para quem nos interessa e convém.
Mas falamos!...

SIM, FALAMOS!
E como...

E enquanto ‘falamos’ das nossas dores, lamentos, desejos e mais;
continuamos a ignorar aos ‘outros’ com suas dores, lamentos
e desejos, como também e é claro, as ‘outras espécies’.

TODOS OS DIAS repetimos as mesmas coisas,
dando um 'enorme valor' a esta 'nossa passagem', 
individualmente... 
aos nossos 'dramas' e quimeras.

ArqueiroHur



A VERDADE HUMANA


Postagem original, em 19.08.2013


A VERDADE HUMANA

Em que se baseia a ‘verdade humana’,
o que lhe dá sustentação?...

A ‘verdade humana’ se baseia em preceitos,
que buscam, tem por objetivo “substituir”, 
esconder/camuflar
as Leis da Criação e das coisas/natureza.


Se sustenta da ilusão do olhar, do toque,
do paladar, do ‘tempo’;
da matéria perecível, do medo/“segurança”
e dos seus interesses...

Assim se criou e se segue ao:
“o que os olhos não veem,
o coração não sente.”
Onde se desconsidera a energia,
se desrespeita  à Criação, ao TODO,
e à si mesmo (seu SER/Essência).
Promovendo-se os mais escabrosos e descabidos atos
em acordo e por este preceito/princípio.

Por estes preceitos,
muitos justificam seus atos, quando descobertos
e ou desmascarados, afirmando:
“não disse a verdade, para lhe poupar,
para não lhe magoar.”

Por estas “verdades humanas”,
podemos observar a ganância, violência,
a malícia, cobiça e etc.,
sendo princípios normais e salutares,
vigentes e propagados em toda sociedade
(afinal, sem ambição não se chega a
lugar algum, não é?!...),
além de uma “ciência e tecnologia”
que ignora ao TODO,
julgando-se acima da própria Criação
(ex: genética com seus clones e transgênicos,
equipamentos e maquinários
que usam de materiais e propulsão
que não se renovam ou reciclam...)


Mas e você, consegue perceber qual a verdade
você aplica no seu dia a dia?...
Olha que sem esta percepção não há o rever.

Porém é necessário para que se responda,
que se tenha o entendimento de que
‘ser verdadeiro diante do TODO’,
não é levantar uma espada e sair bradando,
enfrentando ou expondo que
“um outro não é verdadeiro”.

Não!
Ser verdadeiro, antes de mais nada,
É RESPEITAR O OUTRO,
se respeitando.

É não manipular,
sem se deixar sê-lo.

É reconhecer a responsabilidade de cada um,
individualmente,
diante de cada passo dado
e ou situação.

É não se esquecer, para respeitar:
- os princípios e Leis da Criação
- de que se é energia
- de que não se está ou se é “em separado”, sozinho
e de que assim,
cada ato/movimento/ação/pensamento
repercute no TODO.
    
Ser VERDADEIRO é reconhecer-se
sob os efeitos da “verdade humana”, tendo-a.
Pois não há um só encarnado,
que por ela não tenha sido criado/educado.

ArqueiroHur



A ORDEM DIVINA, você aceita?

Postagem original, em 26.09.2012


A ORDEM DIVINA, você aceita?


“Há mais coisas entre o céu e a Terra
do que supõe vossa vã filosofia.”


A Ordem Divina não é e nem segue a ‘ordem humana’
com seus conceitos morais, ‘filosóficos’ (frases de efeito)  
ou interesses sociais.
Ela pode atuar e atua, sem que você a entenda
(pela diferença de vibração/sintonia e propósito)
e assim a aceite ou concorde com Ela.


A Ordem Divina ama a TODOS por igual,
sem ‘escolhas’ ou distinções de raça/espécies, de localização geográfica ou financeira.
E eis ‘a razão’ de que não são ou serão poucos os que ficam, ficaram e ficarão ‘indignados’
com as ações da Ordem Divina.

Ela efetua e efetuará o que for necessário
para que seja instalada/restaurada,
tanto aqui na Mãe Terra, como em qualquer outro ponto/lugar
em que assim seja requerida.

A Ordem Divina possui o ‘domínio’,
mas não controla!

Nota: não procurar atribuir nem aplicar 'o valor' existente nos nossos dicionários e conceitos.
Pois o ‘domínio’ aqui é aplicado dentro das Leis da Criação da JUSTIÇA, da IGUALDADE,
da LIBERDADE e do AMOR! 



E agora faça a ‘sua escolha’ entre:
Atuar por e com Esta Ordem Divina, 
elevando a sua vibração
(sem posse ou controle, mas ciente e vigoroso)
ou ficar no que ‘se acha’, se deseja e ou se quer.

A Ordem Divina lhe (nos) dá este direito,esta liberdade;
pois Ela é a LIBERDADE!

O que Ela nos solicita, é que façamos tudo com consciência! 

ArqueiroHur