INFORME

Mediante os movimentos aos quais devo proceder e acatar, em respeito a vocês, meus Queridos Irmãos (ãs), ainda estou aqui. Entretanto, pode acontecer que as postagens não ocorram de forma como vinham se dando: diariamente.
Desta forma, não estranhem caso haja tal situação.
Que a Ordem Divina, permaneça em nosso caminho.

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

A Razão dos Acontecimentos - revisto



Postagem original, em 17.09.2011




A Razão dos Acontecimentos

Todos os acontecimentos, fatos que ocorrem em nossas vidas, estão vinculados a dois pólos opostos:

O 1º Pólo, mais visível e palpável aos nossos olhos, refere-se aos nossos desejos imediatistas individuais e ou impostos pelo meio social e coletivo que vivemos.

Ocorre que individualmente e coletivamente, perdemos o sentido real da vida e assim, estamos sempre buscando a satisfação e manutenção do que em teoria nos daria a tão desejada PAZ INTERIOR. 
Ações são promovidas a cada segundo, nossa mente não para, sempre buscando e buscando..., 
porém não percebemos que a cada instante, surgem novos e novos objetivos para a nossa satisfação (ego): 
novas festas,novos carros, novas roupas, novos amores, novos cargos e trabalhos...; 
retardando sempre a tão desejada PAZ INTERIOR.

Nesta busca vamos perdendo cada vez mais nossos princípios e gerando acontecimentos futuros ou imediatos, que qualificamos por: 
infelicidade, azar, karma, enfim... 

É!... 
Não paramos para ver que nossa ganância e ambição, frutos da ignorância dos desejos individuais e coletivos, 
nos levaram a ser mesquinhos, avaros e sem nenhum sentimento ou razão na busca.

O 2º Pólo de acontecimentos provém das Forças Evolutivas que estão sempre a postos na tentativa de nos fazer enxergar o sentido real da vida, que é a Evolução. 
É nela, Evolução, que está a tão desejada PAZ INTERIOR.
- No aprender e repassar, sem temer o crescimento do outro ou cobrar pelo aprendido.
- No ter sentimento (atuar pelo SENTIR) e não objetivo nos atos praticados a toda forma de vida.

Desta forma, muitos acontecimentos se dão para que mudemos nosso padrão de comportamento e muitos outros acontecimentos, para que não nos deixem cair nas armadilhas dos desejos individuais ou coletivos....
Onde as perguntas impressas em cada acontecimento, teimamos em não ver:

- O que vale mais, o Ser ou o Ter?... 
O momento ou o crescimento?...

- O prazer ou o Amor Verdadeiro?... 
O status ou a integridade?...

- A consciência ou a ignorância?

A opção da escolha nos é dada a cada momento/acontecimento e a responsabilidade da escolha, é nossa!

Achamos que amanhã teremos tempo para “consertar” 
e não percebemos a repetição dos acontecimentos. 
O momento de nos rever é no agora, a cada momento/acontecimento!

Tendemos em procurar culpados, sejam eles pessoas, fatos ou o Universo; para os “dissabores” e “desventuras” que enfrentamos, 
porém, nunca os vemos como aprendizado e conseqüência de nossos próprios atos ou padrão de comportamento e envolvimento.

Criem a consciência da escolha e tenham PAZ  INTERIOR!

Tudo o que o Universo promove visa o seu bem, consciência e evolução!  
E ele não desistirá nunca, nem sairá desta razão, por mais que nos pareça estranho e difícil ou de que pensemos estar sozinhos e desamparados.

Até quando tomamos o caminho do individualismo, o Universo não nos abandona.      

Julgamos que tudo se encerra nesta vida! 
Mas esta vida é somente um momento muito curto dentro da Eternidade; 
e os acontecimentos dela, quando vindos do Universo, são para que tomemos consciência disto! 
Não, para nosso desespero, angústia ou sofrimento.

Assim, não se desesperem com a maldade, abuso ou perversidade das outras pessoas. 
Lembre-se de que você também é inconsciente 
e já passou por este estágio no processo Evolutivo.

Mas, tendo a consciência, procure perceber e evitar o convívio nestes níveis. 
Faça sua opção e tente manter-se fiel a sua escolha.

Também, não se deixe abater pela incompreensão ou pela ingratidão alheia. Este processo é do “outro” e deve ficar restrito a quem o gerou. 
Não compre o nível alheio!

ArqueiroHur