INFORME

Mediante os movimentos aos quais devo proceder e acatar, em respeito a vocês, meus Queridos Irmãos (ãs), ainda estou aqui. Entretanto, pode acontecer que as postagens não ocorram de forma como vinham se dando: diariamente.
Desta forma, não estranhem caso haja tal situação.
Que a Ordem Divina, permaneça em nosso caminho.

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Morrer para todas as coisas do passado

Postagem original aqui, em 13.10.2015



Morrer para todas as coisas do passado

Nunca fazemos contato com essa coisa extraordinária chamada morte.

A morte consiste em morrer para todas as coisas do passado,
morrer para o seu prazer.

Você já tentou alguma vez 
– sem discussão, sem persuasão, sem compulsão, sem necessidade –
morrer para um prazer?

Você vai morrer inevitavelmente.

Mas você tentou morrer hoje, facilmente, com alegria, para o seu prazer, para as suas lembranças, os seus ódios, suas ambições, sua urgência de juntar dinheiro?

Tudo o que você quer da vida é dinheiro, posição, poder e a inveja dos outros.

Será que você consegue morrer para essas coisas, morrer para as coisas que você conhece, com facilidade, sem discussão, sem nenhuma explicação?

Por favor, tenha em mente que você não está escutando umas poucas palavras e ideias, 
mas está fazendo contato real com um prazer 
– o seu prazer sexual, por exemplo – 
e morrendo para ele.

É isso que você acabará fazendo de qualquer modo. 

Você vai morrer – morrer para todas as coisas que conhece: 
o seu corpo, a sua mente, as coisas que você construiu.

- J krishnamurti- The Collected Works vol XV, p 79