INFORME

Mediante os movimentos aos quais devo proceder e acatar, em respeito a vocês, meus Queridos Irmãos (ãs), ainda estou aqui. Entretanto, pode acontecer que as postagens não ocorram de forma como vinham se dando: diariamente.
Desta forma, não estranhem caso haja tal situação.
Que a Ordem Divina, permaneça em nosso caminho.

sábado, 24 de junho de 2017

Um oceano, entre o “querer do mental” e a consciência


Postagem original, em 27.04.2014


Um oceano, entre o “querer do mental” e a consciência

Qual é a arma afinal:
o revólver, a faca, a flecha...,
ou o nosso pensamento, vontade e querer
que se utiliza de qualquer meio/coisa
para deflagrar o seu intento/interesse?...


A capacidade humana é refletida pela condição mental,
que tanto segue ao egoísmo/individualismo,
como, quando conscientizado, se funde ao TODO.

E eis aqui a nossa questão:
A falta de consciência!...


Você imagina ou mesmo acredita que
de um pé da mamão possa surgir como fruto um tomate?

Não, não é!...
Então porque você considera que o seu mental,
que é fruto de várias encarnações na frequência do egoísmo,
formatado dentro de conceitos e de manipulações da sombra;
possa, assim do nada,  “criar na e pela LUZ”, simplesmente,
sem ter nada a reparar, nenhuma postura a corrigir,
nenhum pensamento a frear?...


3131 - Fonte de Amor e Luz 

Irmãos,
Da mente de cada um, parte pequeno sinal que identifica o ser,
assim como um som inconfundível identifica cada nota musical.
Essa matéria plástica, oriunda da mente humana,
cresce de tamanho na medida em que trabalha a esfera mental de seu portador.

Quanto mais intenso o pensamento,
mais robusta sua forma correspondente,
e quanto mais fraca a força mental do emissor,
mais falha a forma criada por sua mente,
assemelhando-se a imagem mal focada,
e por isso imprecisa, irregular e sem consistência.

Ao longo da vida, as formas criadas podem ser várias,
como também podem ser únicas.

Quanto mais ativo o pensamento, 
maior o esforço para materializá-lo; 
revertendo na matéria a energia aglutinada pela mente,
menor a estagnação das energias que alimentam uma
forma-pensamento,
dando-lhe vida.

Para limpar o campo astral de vossas formas pensamentos,
necessitais tornar a mente qual rio caudaloso que segue seu curso em direção ao mar contornando obstáculos,
superando barreiras e enfrentando quedas,
sem prejuízo de sua capacidade, de transitar por onde passe.

Pensar, fortalecer o pensamento e realizar o bem,
constitui a fórmula sadia para manter limpa a mente,
desimpedidos os canais que transportam luz higienizando o ambiente em que viveis.

Dominai vossas mentes.
Domesticai vossos pensamentos.
Educai vossas matrizes mentais,
e descobrireis novas formas de viver em sintonia com o fluxo de amor, bondade e paz que fluem da Mente Sublime que governa a Terra.
Fonte de Amor e Luz é a Mente do Mestre Jesus!
-João Batista-

GESJ – 28/01/2014 – Reunião Pública – Vitória, ES – Brasil




É..., o pensamento que sempre densifica a energia/vibração,
pelo atrelamento ao querer individual/conceitual,
é, também, mais um dos “instrumentos” utilizados pelo mental,
como a faca, o revólver, a flecha e etc..

Atente, no seu dia a dia, ao oceano que separa
este “querer do mental”,
das orientações/apontamentos fornecidos pelo Universo Evolutivo
(consciência).

Lembre-se:
O AMOR não é conceitual, 
nem “atraído” ou alcançado pela fala.
A VERDADE não é teórica
ou a HUMILDADE revelada por um gestual, pela aparência.

Tudo, absolutamente tudo, 
quando não praticado com consciência em cada momento/situação 
e voltado para o TODO,
torna-se tão ferino ou mesmo “mortal” quanto uma metralhadora
dispara ao esmo.
Atingindo diretamente,
por estarmos num momento tão peculiar e único da Mãe Terra,  
ao Coração/SER.
Afetando-O em sua integridade/eternidade,
além de refletir no meio, ao seu redor.

Não há técnica ou "fórmula mágica"
que possa realizar este trabalho de trazer a consciência para o mental.
Nem é esta uma condição que se dê em grupo, num coletivo.
A conscientização do mental,
e assim das nossas atitudes diárias,
é resultado da entrega, reconhecimento e revisão individual;
que somente pode ser "apontada"/orientada pela LUZ,
ficando esta, como espectadora/torcedora dos passos dados. 

ArqueiroHur