INFORME

Mediante os movimentos aos quais devo proceder e acatar, em respeito a vocês, meus Queridos Irmãos (ãs), ainda estou aqui. Entretanto, pode acontecer que as postagens não ocorram de forma como vinham se dando: diariamente.
Desta forma, não estranhem caso haja tal situação.
Que a Ordem Divina, permaneça em nosso caminho.

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Pequenos Pensamentos - CCLXXIII


Postagem original, em 21.06.2014

Quem, pela aceitação e entendimento,
se entrega ao caminho do rever/crescer,
sabe que a cada novo dia
(ou instante)
algo dentro de si se transformou,
se renova.
E por esta compreensão e prática,
vem a romper com toda e qualquer
forma/padrão de comparação
com o que quer que seja;
pois ele mesmo se reconhece
como não sendo mais o mesmo de "ontem",
de um instante já ocorrido.
                                                           ArqueiroHur



Esconderijo

Postagem original, em 08.03.2014


Esconderijo

Você quer se rever e trilhar o caminho evolutivo?
Então:

Não fale, escute-se!
Não responda, respire!
Não espere, trabalhe-se!
Não tema, confie!
Não se iguale, seja autentico!
Não julgue, 
reconheça-se também 'vendado',  
na ignorância!
Não se esconda, 
seja claro, límpido!
Não lamente as ocorrências,
aprenda com elas!
Não "compre", observe!
Não corra mais a esmo ou em círculos,
aquiete-se e deixe a saída/porta se pronunciar!
Não deseje, atue!
Não sonhe, seja!
Não "saiba", 
despoje-se das considerações silenciando-se!
Não compare, mas espelhe-se!
Não "veja", SINTA!


Enquanto não houver a humildade de reconhecer-se formatado,
seguindo conceitos e com passos pela ânsia de suprir carências 
e manter-se no controle,
ou seja, 
sem a consciência do estado em que se encontra;
tudo o que for efetuado será como uma maquiagem,
um subterfúgio para a manutenção da zona de conforto/esconderijo 
em que se colocou:
disfarçado como "mais um" na multidão.  
ArqueiroHur



Se eu... ? - II


Postagem original, em 06.09.2014



Se eu... ? - II

Se eu, ao perceber e ou ter-me sido apontado
qualquer aspecto ou “falha”,
fico indignado com a descoberta
(minha ou alheia)
e reajo pelo sentimento de brio afetado
(fazendo pirraça, “beicinho”,
não atuando sobre o revelado e etc.);
de que valeu o Meu SENTIR/voz interior
e a ação do Universo Evolutivo?...


Este é um dos processos que nos mantêm
andando em círculos:
o orgulho.


ArqueiroHur