INFORME

Mediante os movimentos aos quais devo proceder e acatar, em respeito a vocês, meus Queridos Irmãos (ãs), ainda estou aqui. Entretanto, pode acontecer que as postagens não ocorram de forma como vinham se dando: diariamente.
Desta forma, não estranhem caso haja tal situação.
Que a Ordem Divina, permaneça em nosso caminho.

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Pequenos Pensamentos - XI


Postagem original, em 22.07.2011

             Aquele que é ciente do Caminho Evolutivo,
             sabe que ele é experiência.
             Se permite e se lança no que lhe é apontado,
             sem expectativa de "ganhar ou perder".
             Tem consigo que a Grande Conquista
             já está em curso:
             o APRENDIZADO e o CRESCIMENTO.
                                                                         ArqueiroHur





O CONVENCIMENTO

Postagem original, em 08.11.2011




O CONVENCIMENTO

A LUZ não vai lhe “provar” ou lhe convencer de nada! 
Ela não se propõe a isto.

Ela é o SENTIR! 
E este, não se traduz ou conceitua, muito menos se impõe.

Apenas aceitando-o virá a compreensão, a consciência.

Você foi convencido do desamor, da injustiça, da desigualdade, da solidão, da negação de você mesmo...

E é isto que você ainda quer: 
Ser convencido da LUZ e do seu SENTIR?

O SENTIR é SEU! 
Ninguém pode tê-lo, traduzi-lo ou dá-lo a você.
É uma questão sua, aceitá-lo ou não.
De doar-se a você mesmo, de permitir-se e ousar.

Olhe ao seu redor e veja aonde todo este convencimento levou a TODOS?

E “quem” você deseja que venha lhe convencer, algum outro humano tido como “sumidade”?

Você não percebe, que enquanto procura este convencimento  externo, está negando a você mesmo e a sua Verdade?

“...Upa, neguinho na estrada
Upa, pra lá e pra cá
Virge!
Que coisa mais linda!..


...Cresce, neguinho
E me abraça
Cresce e me ensina a cantar...

Mas muito te posso ensinar
Mas muito te posso ensinar...

Capoeira!
Posso ensinar
Ziquizira!
Posso tirar
Valentia!
Posso emprestar
Mas liberdade
Só posso esperar...
- Edu Lobo-



A LIBERDADE É SUA!
E SÓ VOCÊ PODE CONQUISTÁ-LA.

Os grilhões do medo e das convicções são seus, 
só você pode retirá-los.
ArqueiroHur



A CONSCIÊNCIA CONSCIENTE

Postagem original, em 01.03.2013


A CONSCIÊNCIA CONSCIENTE

“...QUANDO A CONSCIÊNCIA 
ESTÁ CONSCIENTE DE QUEM ÉS...”
- Oromasis, em NA LEVEZA DO UNIVERSO-


Parece até conversa de bêbado,
consciência consciente?...
Ora bolas!... consciência já nos remete
a ser consciente!...



Sim, isto seria o devido em qualquer lugar do Universo:
a consciência ser o estado consciente
(como a estrela ou flor de 6 pontas representam:
assim na terra como no céu...,
aqui como lá, um no TODO...,
que a VONTADE, VERDADE e AMOR DIVINO sejam neste plano também...,
UM, SOMENTE UM no TODO).

Mas não aqui, onde os valores e significados
das palavras, os seus reais sentidos,
foram pervertidos, invertidos, adulterados...

Portanto, aqui neste plano e pelas condições
em que nos encontramos,
o que designamos “consciência”
é calcado nos nossos conhecimentos, descobertas;
nas nossas pretensões individuais
e ignora a consciência maior, Universal,
existente em cada um, e que se dá pelo  SER.
Sendo desta forma, algo fundado no egoísmo
e individualista; muito distante do TODO.

A “consciência humana”, pela formatação,
é bairrista, segregante e interesseira.
Só olha para este momento, para esta passagem
e crê pela prática,
que tudo se finda aqui
(basta se ver pelas atitudes e reações, quando da "passagem" de algum ente querido
ou de alguém próximo, conhecido).
Embora se seja orientado pelas religiões do contrário,
com a imortalidade do espírito.
Deixando bem claro ao que esta "consciência" segue.



A ”consciência” com que atuamos
é inconsciente, inconsistente e inconsequente.

Daí, que se esforça imensamente
para ter e manter o que já conquistou e ou possui.
Dando muito pouca importância para as
consequências dos seus atos
e ao  que ou a quem irá afetar
com este "ter e manter".


A real consciência só pode vir pelo nosso SER.
É Ele o único que nos pode trazer e traduzir
a VONTADE DIVINA, o Verdadeiro AMOR e Liberdade.

Então, se buscamos realmente a consciência,
devemos compreender que ela só pode vir pelo
nosso SER.
E que para que Ele possa estar atuando
e trazendo-a:
nossos conceitos devem ser revistos,
temos de nos aceitar na ignorância,
nossos traumas e marcas transmutados/limpos,
nossas carências reconhecidas...,
e é fundamental, primordial que
nosso propósito deva ser o da Evolução,
do TODO.  

Sem o nosso SER, continuaremos
com a "consciência inconsciente",
sem sabermos quem somos,
pensando e desejando ser o que não somos,
negando-nos ao TODO.  
ArqueiroHur



As conquistas e o seu esforço


Postagem original, em 24.05.2014


As conquistas e o seu esforço

Até hoje, o que foi que você conquistou, alcançou, adquiriu?...

Pense bem, pois é você quem deve perceber/responder.
Faça uma lista se considerar necessário. 

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...


Pois bem, dentre as coisas que irei relacionar, é quase certo que você tenha pensado na maioria delas ou em todas, como também em outras que não observei.
Vejamos se não:
- obteve uma família, um companheiro(a) e filho(s);
- conquistou amigo(a/s);
- obteve conhecimentos/educação e talvez até uma graduação;
- conquistou um emprego, uma certa posição social;
- adquiriu bens, casa(s), móveis, joias, roupas carro(s) e etc....

Agora, procure perceber se alguma destas coisas que você enumerou lhe trouxe:
paz, harmonia, equilíbrio?


É bem ao contrário, não é?
O que as suas conquistas trouxeram foi: 
‘preocupações’.
Atraíram a vibração do ciúme, a insegurança da perda, a ambição e ganância do querer  mais, a inveja e a 'revolta' sua e dos outros pelo não ter...
Enalteceu e fortaleceu a posse, o controle, 'o meu'.
Fomentou o apego, a dependência...
Ou seja, tudo o que você conquistou até o momento lhe remeteu a insatisfação e a discórdia.

Mas, será que você já foi (ou é) capaz de perceber que o que você construiu está (é) calcado em areia e assim é efêmero, tendo o seu “prazer” ou valia com curta duração, que se esvai com o tempo?

Até mesmo a sua graduação, em que ela acrescenta(ou) para o seu crescimento ou rever diante do TODO?...
Qual o ‘valor’ ou funcionalidade dela, do seu conhecimento dentro ou para outra área, visto que cada área/matéria tem/mantem sua atuação, em geral, de forma isolada/individualizada. Ex: a linguística, dificilmente socializa/interage com a matemática?




O equilíbrio verdadeiro, a paz e a harmonia, não são temporais, nem ocorrem porque algo externo 'o forneceu'.
São frutos da/caminham com a consciência.
E, o que é capaz ‘lhe roubar’ ou de desmantelar a consciência?

Então, cabe a você agora definir-se ao que despende o seu esforço:
se ao que se dissolve e é vão ou ao que permanece, é eterno.

Tendo, todavia, o entendimento de que “o esforço para seguir com consciência” em nada se parece ou combina com este ‘esforço para ter e manter’ bens, situações, status... 
Ele passa exatamente pela percepção da compulsão e obsessão, e do “julgar ser necessário ter”, para poder freá-los. 
Mas sem a obrigação e ou o dever "de ser" (alguma coisa, algo pré-estabelecido). 
Sem a rigidez de regras e conceitos.
Somente agindo com a entrega/aceitação, com o rever-se, 
com o cuidado sobre seu "templo e santuário",
permitindo, desta forma, que a LUZ flua; trazendo e produzindo o que for necessário.


Lembrando que:
somente você é capaz, não de desmantelar a consciência, 
mas de renegar, de ignorar a sua própria consciência.
Nada do externo pode assim proceder em você. 
Nem 'retirando' ou tampouco 'pondo'.
ArqueiroHur