INFORME

Mediante os movimentos aos quais devo proceder e acatar, em respeito a vocês, meus Queridos Irmãos (ãs), ainda estou aqui. Entretanto, pode acontecer que as postagens não ocorram de forma como vinham se dando: diariamente.
Desta forma, não estranhem caso haja tal situação.
Que a Ordem Divina, permaneça em nosso caminho.

sábado, 11 de fevereiro de 2017

Pequenos Pensamentos - CCLXXI

Postagem original, em 07.06.2014


Aquele que, pelo rever-se,
tornou-se um descompromissado
com o mundo dos conceitos e padrões,
percebendo-o e compreendendo-o,
tende,
pelo SENTIR e ou Coração,
à  acatar e se lançar ao cumprimento 
do compromisso do Seu SER
com o Universo Evolutivo. 

Enquanto não houver o descompromisso
com os desejos, o querer e "formato",
tudo o que é realizado
se vincula à esta vibração,
estando assim, 
distante da Vontade e Ordem Divina.
                                                           ArqueiroHur


Obs: Não confundir o descompromisso gerado pelo entendimento,
com a rebeldia e descaso nutrida pela insatisfação.



ILUMINANDO-SE



ILUMINANDO-SE


"Para sair dos limites da sua consciência,
o discípulo da Ciência Iniciática deve aprender a projetar-se muito alto até ao Ser sublime que abarca e alimenta todas as criaturas:
ele questiona-se sobre como esse Ser vê o devir da humanidade,
quais são os seus projetos para ela, 
para a sua evolução, 
não só num futuro próximo, mas também num futuro longínquo.

E, pelo facto de se aproximar cada vez mais desse Ser imensamente grande, luminoso e perfeito,
pouco a pouco ele consegue sair de si mesmo.

Deste modo, processa-se um trabalho nele, 
na sua subconsciência, na sua consciência e na sua supraconsciência, 
e as sensações e experiências que ele então vive são inexprimíveis.

Esta prática é uma das mais salutares para o discípulo;
realizando-a diariamente, ele consegue afastar-se do seu eu limitado para se fundir no oceano de luz, Deus.

É aí que ele recebe o verdadeiro conhecimento e descobre a liberdade."

-Omraam Mikhaël Aïvanhov-




Nota do Arqueiro: Pode haver a iluminação/liberdade/consciência quando o que me move são os desejos, as questões individuais; os conceitos e ou o controle?
Todo crescimento/evolução é fruto do trabalho/entrega, do rompimento com os padrões.


Reciclar-se, é a Alquimia


Postagem original, em 11.01.2012

Reciclar-se, é a Alquimia

"Na natureza nada se cria, nada se perde,
tudo se transforma."  
- Lavoisier -


A Alquimia 
(deturpada pelo “poder” em transformar “chumbo em ouro” somente no aspecto da matéria, do “ter”) 
nos remete em seu princípio, a : 
transmutar, em reverter, 
em colocar a LUZ, o Poder e Vontade Divina onde antes havia somente a visão da matéria, o desejo humano, 
para SERMOS LUZ.

Olhe a natureza e ponha em prática na sua vida a transmutação. Aprenda a reciclar, a tirar proveito, como aprendizado/crescimento sobre cada situação. 
Mesmo sobre aquilo que não é cabido no caminho da LUZ.

Na Luz, não há “brincadeiras”. 
Há ALEGRIA na Responsabilidade de se SER e ESTAR com e por Ela.

Uma fruta madura caída do pé ou uma folha, uma árvore derrubada pela ação do vento, da chuva, uma carcaça de animal ou suas fezes, seu excremento; 
Tudo, simplesmente TUDO tem valia e sua utilidade... 
Cada um destes itens citados e muitos outros mais, alimenta a centenas de outros seres ,
e o mais que "sobrar", aduba a terra, mantendo-se desta forma como "alimento" e nutrindo a tudo com que entre em contato. 
É uma cadeia que não tem fim!

É a energia atuando constantemente!... 
Mesmo aquilo que você ignora, acha menor, literalmente uma “merda”, tem sua valia.

Este é o Novo Olhar! 
A sintonia e vibração em que se deve ESTAR e SER, o “olhar” da percepção/absorção do TODO!

Use desta forma, o comportamento, o padrão antigo como base/alicerce de como não mais ser ou fazer!

Transforme estas situações vividas e que não devem mais acontecer, se dar; 
no “calçamento da sua estrada”, na firmeza do chão para que não haja mais “lama” ou areia movediça nos seus passos.



Assim, não lamente o “que se deu”, pois, sem a experiência, sem se ter vivenciado as situações; fica tudo no plano da especulação, do “achismo”, não podendo, desta forma, ser aplicado, VIVIDO.

O caminho é o VIVER o SER, se lançar, inclusive, para poder SABER sair do círculo vicioso dos desejos e “querer”.

ArqueiroHur




A DANÇA

Postagem original, em 12.08.2011

                   A Música do Universo,
                   está a tocar...
                   E não vai "parar"
                   por minha causa.


                   Sei, que para dança-la 
                   devo estar em mim,
                   senti-la... e me lançar.


                   Outras músicas,
                   também estão a soar...
                   Prometem momentos de encantamentos
                   dizem o que meus ouvidos querem ouvir
                   e me puxam, ocupam o meu tempo.


                   Ah!... O Universo,
                   me deixa livre, me dá escolha.
                   Então, como não dançar 
                   sua melodia que não se repete
                   e só quer me embalar?
                                                                            ArqueiroHur