INFORME

Mediante os movimentos aos quais devo proceder e acatar, em respeito a vocês, meus Queridos Irmãos (ãs), ainda estou aqui. Entretanto, pode acontecer que as postagens não ocorram de forma como vinham se dando: diariamente.
Desta forma, não estranhem caso haja tal situação.
Que a Ordem Divina, permaneça em nosso caminho.

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Pequenos Pensamentos - CLXI


Postagem original, em 02.05.2012

Como esperar encontrar o horizonte
(a LUZ com sua serenidade e PAZ),
se mantenho-me como "o centro de tudo",
com minhas questões
(desejos, contrariedades, conceitos...);
se a cada acontecimento e tentativa de aprendizado,
ponho-me "na frente", em importância e relevância
(meus "planos" e objetivos)?...

Não!... O horizonte é ofuscado pela minha prática, pelos meus costumes e hábitos; pelo meu "achismo"...



Para poder "sentir-me no infinito",
em plena LUZ,
tenho de "vê-lo" como origem, princípio e propósito;
sem a pretensão de achar "que eu o sou",
que tudo é e tem de ser para mim,
pelo meu querer e vontade.
ArqueiroHur



A FALA UNIVERSAL – o aprendizado, onde está?- II – O princípio

Postagem original, em 09.02.2014




A FALA UNIVERSAL – o aprendizado, onde está?- II
– O princípio



“Os grandes livros foram escritos
os grandes ditos foram ditos
e eu só quero tentar pintar um quadro
do que acontece por aqui de vez em quando
ainda que não entenda bem o que se passa
sei que morreremos algum dia
e que nenhuma morte deterá o mundo” 
-Bob Dylan, no LP Bringing it all back home-



A voz/vibração da LUZ do TODO/Universo evolutivo
sempre esteve presente na história da humanidade,
em cada canto do planeta e civilização,
"soprando" a Verdade, anunciando-A
e para tal, utilizando-se dos mais diversos meios e ou canais.
Alguns destes canais, com plena consciência do processo 
e das suas tarefas,
outros nem tanto...,
isto devido ao nível de entendimento e consciência de cada um.
Mas sempre nos procurando alertar dos desvios,
e dar-nos o entendimento do caminhar
para que nos preparássemos para este momento da Mãe Terra,
da sua transição, mudança de dimensão.  

Entretanto esta voz/vibração nem sempre foi (é) ouvida,
nem sempre se quis (quer) a compreensão,
nem sempre houve (há) a aceitação.

Assim, Ela fica soando pelos cantos,
esperando que o eco interno reverbere nos passos/caminhar 
de cada um.




Vamos tentar ter esta e outras compreensões:

“O problema por conseguinte, é este:
para que o homem possa transformar-se radicalmente, fundamentalmente,
torna-se necessária uma mutação nas próprias células cerebrais de sua mente.

Dizem-nos que devemos mudar, que devemos agir,
que devemos transformar nossa mente, nosso coração,
tornar-nos uma coisa totalmente diferente.
Isso vem sendo pregado há milhares de anos por homens muito sérios, muito ardorosos,
e também por charlatães interessados em explorar o povo.

Mas, agora, 
chegamos ao ponto em que não há mais tempo a perder. 
Compreendei isto por favor.

Não dispomos de tempo para efetuar gradualmente tal transformação.

Os intelectuais de todo o mundo estão reconhecendo que o homem se acha à beira de um abismo, na iminência de destruir a si próprio.
Nem religiões, nem deuses, nem salvadores, nem mestres, nem as lengalengas dos gurus, poderão impedi-los.

Dizem os intelectuais ser necessário inventar uma nova droga,
uma 'pílula dourada' capaz de produzir uma completa transformação química;
e os cientistas provavelmente descobrirão esta droga.
Não sei se estais bem a par dessas coisas.

Ora conquanto o organismo físico seja um produto bioquímico,
pode uma droga, uma superdroga fazer-vos amar,
tornar-vos bondosos, generosos, delicados, não violentos?

Não o creio;
nenhum preparado químico pode fazer os homens amarem-se uns aos outros.
amor não é um produto do pensamento;
também não é cultivável, 
como a flor que cultivamos em nosso jardim.
O amor não pode ser comprado numa drogaria,
e o amor é a única coisa que poderá salvar o homem
- e não os artifícios das religiões, nem seus ritos,
nem todos os exércitos do mundo.

Podemos fugir, assistindo a concertos, visitando museus,
entregando-nos a divertimentos de toda ordem - debalde! –
porque o homem se acha hoje em dia em presença de um tremendo problema:
se tem a possibilidade de transformar-se radicalmente,
de efetuar uma total mutação de sua consciência,
não amanhã, nem daqui a alguns anos, mas agora!

Eis o problema principal:
se o homem, em qualquer país que viva,
com todas as suas belezas naturais,
é capaz de operar uma mutação radical em seu interior,
imediatamente.

E não podeis resolvê-lo com vossas crenças, vossas ideologias,
vossos deuses, salvadores, sacerdotes e rituais.
Essas coisas já não tem o menor significado.”

-x-x-x-x-x-
  
“Estou apenas a ser como um espelho da vossa vida,
no qual podeis ver-vos como sois.
Depois, podeis deitar fora o espelho;
o espelho não é importante.”


-x-x-x-x-x-

“… Falamos da vida
— e não de ideias, de teorias, de práticas ou de técnicas.
Falamos para que olhe esta vida total, 
que é também a sua vida,
para que lhe dê atenção.
Isso significa que não pode desperdiçá-la.
Tem pouquíssimo tempo para viver,
talvez dez, talvez cinquenta anos.
Não perca esse tempo.
Olhe a sua vida, dê tudo para a compreender.”


-x-x-x-x-x-

Podemos ir longe,
se começarmos de muito perto.
Em geral começamos pelo mais distante,
o "supremo princípio", "o maior ideal",
e ficamos perdidos em algum sonho vago do pensamento imaginativo. 
Mas quando partimos de muito perto,
do mais perto, que somos nós,
então o mundo inteiro está aberto 
— pois nós somos o mundo.
Temos de começar pelo que é real, pelo que está a acontecer agora,
e o agora é sem tempo.”
-Jiddu Krishnamurti –
http://pt.wikipedia.org/wiki/Jiddu_Krishnamurti



-x-x-x-x-x-

“Nisso não há professor, não há aluno, não há líder,
não há guru, não há mestre, não há salvador.
Você mesmo é o professor, o aluno,
você é o mestre,
você é o guru,
você é o líder,
você é tudo.”


-x-x-x-x-x-

“Afirmo que a Verdade é uma terra sem caminho.
O homem não pode atingi-la por intermédio de nenhuma organização,
de nenhum credo (…)
Tem de encontrá-la através do espelho do relacionamento,
através da compreensão dos conteúdos da sua própria mente,
através da observação.”


-x-x-x-x-x-

A verdade não pode ser trazida para baixo;
é o individuo que deve fazer o esforço de ascender até ela.


-x-x-x-x-x-

 “A liberdade não é uma reação, nem tão pouco uma escolha.

É pretensão do ser humano achar que,
por ter escolha, ele é livre.

A liberdade é pura observação sem direção,
sem medo de punição e recompensa.

A liberdade é sem nenhum motivo,
a liberdade não está no fim da evolução humana,
mas se encontra no primeiro passo da sua existência.

Pela observação, a pessoa começa a descobrir a falta de liberdade.

A liberdade é encontrada no estar atento, sem escolha,
à nossa existência e atividades diárias.”
-Jiddu Krishnamurti-
http://pensador.uol.com.br/autor/jiddu_krishnamurti/



-x-x-x-x-x-

“Toda a autoridade de qualquer tipo,
especialmente no campo do pensamento e compreensão,
é a coisa mais destrutiva. 
Líderes destroem os seguidores
e os seguidores destroem os líderes. 

Você tem que ser seu próprio professor e seu próprio discípulo. 
Você tem que questionar tudo que o homem aceitou como valioso, conforme necessário.”



-x-x-x-x-x-

“Este não é um feito magnífico, 
porque eu não quero seguidores,
e eu quero dizer isso. 
No momento em que você segue alguém,  
você deixa de seguir a Verdade. 
Eu não estou preocupado se você presta atenção ao que eu digo ou não. 
Eu quero fazer uma certa coisa no mundo
e vou fazê-lo com inabalável concentração. 
Estou a me preocupar com apenas uma coisa essencial:
libertar o homem. 
Desejo libertá-lo de todas as gaiolas, de todos os medos,
e não fundar religiões, novas seitas,
nem estabelecer novas teorias e novas filosofias.”


-x-x-x-x-x-

“Em si mesmo encontra-se o mundo inteiro
e se você sabe como olhar e aprender,
a porta está lá 
e é a chave em sua mão. 
Ninguém na terra pode lhe dar a chave ou a porta para abrir,
exceto a si mesmo.”

-Jiddu Krishnamurti-
http://www.jiddu-krishnamurti.net/en/jiddu-krishnamurti-quotes






  
Aquele que teme se reconhecer/encontrar a LUZ em si
pelo confronto com a Verdade,
pela ausência de responsabilidade,
pelo conforto do poder externo...,
seguindo assim, ao ego com seus conceitos;
considerou e considera estas palavras acima
(como tantas outras que a LUZ/evolução sempre nos ofertou),
distantes, absurdas, impossíveis de serem praticadas.
Fazendo-as passarem desapercebidas, ignorando-as,
muito embora quando do interesse,
se sirvam delas para demostrarem sua interação ou erudição,
sem jamais se lançarem ao seu intento.

Cabe a quem busca se entregar ao caminho,
perceber/identificar estas artimanhas do ego
para ali, nelas, atuar.
ArqueiroHur





O ganhar é perder

Postagem original em 27.03.2015



O ganhar  é perder

A LUZ É!
E Sendo, não tem o carecimento de “ganhar mais nada”,
nem de “mais consciência”, conhecimento ou coisa que o valha..., 
nem de obter a compreensão, o respeito e ou o “amor” alheio.

Então, quando qualquer ato meu possui a pretensão de ‘ganhar algo’
(graças, “luz”, 'reconhecimento'..., ou qualquer coisa palpável),
afasto-me de SER, não reconhecendo minhas carências.

Querendo ganhar, mantenho-me 'preso no círculo'
onde ambos, ganhar ou perder, significam o mesmo:
não SER.

Assim: 
o ganhar é sempre perder.
ArqueiroHur





As buscas humanas II: segurança


Postagem original, em 05.01.2014


As buscas humanas II: segurança

O ser humano
tem como uma das suas principais preocupações e objetivo,
“a segurança”.
Seja financeira/material, “amorosa”/afetiva/sexual, emocional,  
“moral”...;
sua e da “família e seus”.

Em nome do que ele idealizou e busca como sendo o seguro,
ele "se tranca", trapaceia, despreza a Verdade,
como também a qualquer princípio e ou pessoa/SER.

Tudo para obter, ter e deter “a segurança”
em termos do que é visto pelo olharpelos conceitos 
e convicções:
posses, títulos, edificações, medicina/ciência..., 
e qualificações/imagem.
Para tentar manter “escondido o que é”,
com suas “falhas” e fraquezas, carências e egoísmo
(expandindo suas ações na abrangência dos “seus”,
que por tabela podem lhe afetar/revelar)...

Quem aqui pode refutar isto:
- De que atua/atuou com o medo de perder “a segurança”,
de se ver revelado, “exposto”
ou de que algo atinja “aos seus”?...
- Que “os seus” devam/deviam estar 'sob sua saia',
tutelados e aquartelados ali, sob “a sua segurança”?...
- Que para salvaguardar a sua imagem e “moral”,
como a dos seus também,
é capaz (ou o foi) de faltar com a verdade, de ludibriar,
de ser mesquinho...

Todos estes atos sem perceber/compreender que 
jamais teve ou terá o controle/segurança fora da LUZ/consciência.
Sem observar e aceitar que
a Vontade Divina e a Sua Ordem irão sempre prevalecer;
e que são Elas, em geral, antagônicas/conflitantes
com a nossa, do ego/conceitos.

Lembrando Jesus de Nazaré:
“- Que seja feita a Tua Vontade, Pai
e não a minha.”

Se Ele assim procedeu, entregando-se à Criação e a Sua Vontade,
desfazendo-se dos conceitos e controle;
porquê teimo eu
(com os meus achismos e desejos)
em tentar impor a minha vontade e controle,
confrontando/ignorando a Criação?...

Esta postura e conduta seriam em consequência da
ignorância/desconhecimento
ou da soberba/prepotência?...

Pois é...
As respostas continuam sendo pessoais
e de acordo com a entrega e aceitação do rever.



Eu, só posso dizer,
além de tudo o que já foi dito e redito,
que a Criação nos apresenta/fornece tudo,
absolutamente tudo,
para que sigamos em segurança em Sua LUZ,
no Seu seio/vibração.
Ou será que você considera que a Mãe Terra
não possui as condições de acolhimento/segurança 
e desenvolvimento da humanidade 
e de todas as outras espécies e reinos
que Ela abriga?   

ArqueiroHur