INFORME

Mediante os movimentos aos quais devo proceder e acatar, em respeito a vocês, meus Queridos Irmãos (ãs), ainda estou aqui. Entretanto, pode acontecer que as postagens não ocorram de forma como vinham se dando: diariamente.
Desta forma, não estranhem caso haja tal situação.
Que a Ordem Divina, permaneça em nosso caminho.

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Pequenos Pensamentos - XXXI

                                 

Postagem original, em 20.08.2011


                      A Alegria de SER 
                      e aqui estar,
                      se encontra dentro de si (dentro de cada um).

                      Agradeça 
                      a permissão da Criação 
                      e SEJA!
                                                               ArqueiroHur





A maturação e a estufa


Postagem original, em 11.10.2014



A maturação e a estufa

É muito comum escutarmos ou mesmo usarmos esta frase:
“- Tudo têm o seu tempo.”
E por ela atribuirmos a não ação/rever/crescer, deixando passar muitas oportunidades ofertadas pelo Universo Evolutivo, pois:
“-Não é o meu tempo.”


... É certo que a maturação/amadurecimento é individual e sujeita a uma série de circunstancias, tais como, no caso de frutos: do clima, solo, adubação, quantidade de água (excesso ou falta), enfim...,
não sendo assim uma questão de dias ou período (de tempo);
mas de tudo que a envolve (condições e estado).

Mas, o que acontece quando colocamos estes frutos dentro de uma estufa, protegidos desta questão climática de chuva (em excesso ou falta), do sol (escaldante) ou do frio/geadas, com um solo e adubação adequadas?...

Nestas condições, fazemos com que estes frutos se desenvolvam, tenham a sua maturação/crescimento/amadurecimento, em serenidade e equilíbrio. Mas, para tanto, tivemos de reconhecer as necessidades requeridas para a frutificação e as condições existentes do ambiente/meio, ou seja consciência do seu processo.

Pois bem!... Você consegue se enxergar como sendo um fruto entregue as intempéries, ao léu, sem rumo, sujeito a todas as circunstancias do seu redor?

E qual seria a nossa estufa, o que pode nos ofertar a condição da maturação em equilíbrio?

A nossa estufa é o reconhecimento do nosso estado (formatado na ignorância e assim revendo-nos);
a aceitação e atuação dentro das Leis da Criação, sem interesses ou manipulações;
consciente, para poder atuar, de que tudo envolve e é energia, tendo desta forma, as mais diversas vibrações e de que estas nem sempre são LUZ, embora possa, aos nossos olhos ou ouvidos, assim parecer.

A nossa estufa é o romper com os conceitos e ilusão que nos foram impregnados durante as diversas passagens/encarnações aqui, neste plano. Dissolvendo a “fé no externo”, de que devo apenas ‘rezar e pedir’. Frear os desejos e querer, caminhar sem presunções ou achismos...

A nossa estufa é o acolhimento da responsabilidade sobre cada ato, de que ele irá afetar ao redor/TODO, pois embora continuemos a ser indivíduos (com nosso direito de escolha e maturação), somos também cientes de que não somos mais individualizados, separados do TODO...  




E o alicerce da nossa estufa é a entrega ao trabalho do rever-se, reconhecendo e atendendo ao SENTIR/Voz interior, que nos aponta sempre as condições existentes no ambiente/meio e em nós, para que possamos crescer.
A nossa "proteção/segurança" consiste em andarmos na LUZ do Universo Evolutivo, com e por Ela, conscientes do nossa condição aqui neste plano/dimensão.

ArqueiroHur



LIMPAR E SILENCIAR, PARA ESTAR SERENO E APTO – Orientação de MAITREYA

Postagem original, em 07.04.2012


LIMPAR E SILENCIAR, PARA ESTAR SERENO E APTO 
– Orientação de MAITREYA

"QUE FLUA A PAZ SOBRE A TERRA.
A HARMONIA NOS CORAÇÕES DAS CRIATURAS
RESPEITANDO ASSIM,
A ORDEM DIVINA NAS CONSCIÊNCIAS DESPERTADAS,
NA FRATERNIDADE E NA IRMANDADE."


A VIDA FLUI EM SEU CICLO DE ELEVAÇÃO CONTÍNUA.
RESPEITANDO AS HIERARQUIAS
E ESTADOS DE CONSCIÊNCIAS.

SABEMOS DE VOSSAS LIMITAÇÕES.

AQUIETEIS OS PENSAMENTOS,
ESTAIS NA AGITAÇÃO DE SEUS AFAZERES, SOBRECARREGANDO SEU PENSAR.
DEIXE VIBRAR A LUZ QUE HÁ EM SEU PEITO
DURANTE SEU MEDITAR.

LIMPEM SEUS CORPOS CONSTANTEMENTE,
DURANTE SEU "ASSEIO" (BANHO).
MEDITE PROFUNDAMENTE,
PEÇA POR SÊ LIMPO,
MENTALIZANDO
AS SOBRE-CARGAS NEGATIVAS SE DESFAZENDO 
COM O ELEMENTO "ÁGUA-VIVA", 
VISUALIZANDO A LUZ ATUANDO SOBRE VÓS.

RESPIRE  PROFUNDAMENTE,
DEIXE SAIR TODA ANSIEDADE,
SENTIMENTOS NOCIVOS
QUE  ACUMULASTES DURANTE O DIA.

PRECISAM  ESTAR LIMPOS MENTALMENTE,
COM LUCIDEZ,
NO DESPERTAR DAS CONSCIÊNCIAS,
A FIM DE QUE CONSIGAM MELHOR SENTIR
A DIVINA LUZ ANCORAR.


A SERENIDADE É IMPRESCINDÍVEL
PARA QUE VOS RECONHEÇAM
E CONECTEM-SE AS ESFERAS MAIS ELEVADAS.

"SILENCIAR"
É A HUMILDADE QUE NECESSITAM,
PARA ATUAREM COM O PODER DA SABEDORIA.

ESTEJAM APTOS,
TRAZENDO AS BOAS VIBRAÇÕES,
COM ALEGRIA NOS CORAÇÕES
NA LEVEZA DE "SER"
E NO "REALIZAR" DE SUAS TAREFAS.

SOBRETUDO, CONFIANÇA
E ENTREGA NO CAMINHO DO BEM,
MANTENDO-SE FIRME E VIGILANTE
NESTE PROPÓSITO.

A LUZ ESTARÁ CONVOSCO
EM SEUS CORAÇÕES QUE REFLETIRÁ
E CONTAGIARÁ  À MUITOS OUTROS.

SABENDO-SE QUE AS TRISTEZAS,
PESARES E AMARGURAS SÃO "TRANSITÓRIOS".

O QUE PERMANECE É A LUZ
QUE EMANA SOBRE O SEU "SER",
QUE SE FARÁ "UNO"
SE ASSIM PERMITIR "INTEGRAR".


AGRADECIMENTOS E VIBRAÇÕES... 
MAiTREyA.

Por: Luz Da Alma, em 06-04-12.

Obs:  A “ÁGUA” é um elemento VIVO, como a TERRA, o FOGO e o AR. 
Podendo-se desta forma, “invocar durante o banho” o auxílio das “ONDINAS” que é o elemental vinculado a ela, para que Elas auxiliem no processo de limpeza, realizando o que deve ser realizado pela LUZ.



CICLOS

(Foto Ivan Dementievskiy) - G1.com
Postagem original, em 12.12.2012


CICLOS

Embora não tenhamos sido ‘preparados’ para lidar
devidamente com isto, 
mas a vida sobra a Mãe Terra, nesta dimensão,
se desenvolveu e se desenvolve em torno de ciclos, 
tanto individualmente, como na própria humanidade
e planeta.

Quem não ouviu falar na ‘era’ dos Egípcios, dos Romanos;
recentemente na ‘revolução industrial’ ou mesmo nesta que
vivemos: a  ‘era tecnológica’?
Cada uma destas citadas e tantas outras, formam ciclos que
marcaram e marcam com suas características próprias,
a vida aqui na terra...


(Foto Ivan Dementievskiy) - G1.com


Em termos individuais, nós humanos, temos nossos ciclos
próprios de desenvolvimento: 
o da gestação, o do bebê de colo,
o da criança aprendendo a ler e escrever, o da adolescência,
e assim por diante... 
o famoso “nascimento, vida e morte”.

Cada período deste (ciclo), fez parte do nosso caminho
e aprendizado e deveriam, após suas conclusões,
ficarem lá, onde eles se deram.
Assim como fizemos, em termos de humanidade, 
com o chanti egípcio (roupa) e as bigas romanas (carroça),
que foram substituídas por carros e vestimentas como calças
e vestidos.
Mas o desconhecimento apropriado sobre eles, nossos ciclos,
nos fazem carrega-los
(mesmo devendo estarmos muito adiante),
com as suas marcas e incompreensões, 
por apego e ou posse, 
criando travas no nosso caminhar.

(Foto Ivan Dementievskiy) - G1.com

Alguns podem estar questionando, o por quê deste
‘meu falatório todo’ neste momento; e mesmo dando-lhes razão,
é simples o motivo:
o final de um dos ciclos da Mãe Terra
Sim!... a Mãe Terra esta 'deixando um ciclo'
(saindo de um estado de vibração/dimensão),
como foi anunciado,profetizado e nos apontado, 
para que tivéssemos o entendimento sobre ele.
Pois, é um fator que afeta diretamente à tudo que aqui, 
abrigado Nela, se encontra.


E como não se entra na ‘faculdade’ sem ter-se o primário,
também não se poderá acompanhar o processo da Mãe Terra
se nos mantivermos ‘presos’, atrelados aos ciclos que já
deveriam terem sido desapegados, ‘deixados lá’.

Assim, se desejamos viver este momento único 
(da transição Planetária), 
devemos assumir que já sabemos “ler e escrever”,
deixando este ciclo de aprendizado, 
ou de ver-nos como 'bebes'
(desfazendo-nos, dos desejos, da vontades, dos apegos...)
e nos responsabilizarmos pelo nosso caminhar,
permitindo ao nosso SER ditá-lo, conduzi-lo.
ArqueiroHur