INFORME

Mediante os movimentos aos quais devo proceder e acatar, em respeito a vocês, meus Queridos Irmãos (ãs), ainda estou aqui. Entretanto, pode acontecer que as postagens não ocorram de forma como vinham se dando: diariamente.
Desta forma, não estranhem caso haja tal situação.
Que a Ordem Divina, permaneça em nosso caminho.

sábado, 26 de novembro de 2016

Pequenos Pensamentos - LV


Postagem original, em 15.09.2011


                O que você Busca:
                o aconchego de um ombro, um colo
                por instantes;
                ou a consciência 
                no AMOR da LUZ?
                                                     ArqueiroHur



Lei do Amor





 
Google imagem


Lei do Amor

Quando em sonho me é colocado,
em forma de imperativo,
uma coisa dessa natureza,
eu só posso observar e procurar pautar minha vida,
neste entendimento...:

"Não há muito mais tempo (Não é mais tempo) para erros, é preciso viver a Lei do Amor!"


Num tempo em que olho para o lado,
e observo todo tipo de intolerância e ódio,
falta de cuidado e respeito,
produzindo mais e mais violência
(para com todas as pessoas, para com todas as formas de vida, para com a Mãe Terra e a Natureza).

Num tempo em que olho para mim mesma,
e me pego ainda alimentando sentimentos que separam e segregam,
este imperativo vem como peça de uma missão que ainda não está em curso de sua realização,
mas que é preciso assumir como um propósito de vida enquanto viva eu tiver (tivermos).

É preciso viver segundo a Lei do Amor,
porque não há muito mais tempo para cometer os erros que historicamente tenho (temos) cometido...
Urge observar-nos/los e as nossas ações!
Urge reparar-los/nos!


Usee
http://luzsobremeuser.blogspot.com.br/2016/11/lei-do-amor.html



Amar é?...

Postagem original, em 12.08.2015



Amar é?...

É muito difundido que:
amar é aceitar o outro como ele é”.
E é devida esta fala, pois:
devemos reconhecer e respeitar o nível e estágio do outro,
uma vez que sem  respeito não há AMOR.

Mas, e quando não temos este “reconhecimento”/ percepção do “estado/condição alheio”, da vibração que “impera” e é emanada:

- Não nos sintonizamos com a permissividade?...

- Não permitimos para que a sombra e a ignorância se estabeleçam e se propaguem?...

- Não compactuamos com a desfaçatez, com a mesquinharia e alimentamos ao ego?... 

- Onde fica (se encontra) o propósito evolutivo nesta “aceitação pela concordância”?...


Então, antes de mais nada:

O AMOR É CONSCIÊNCIA!

E somente flui com ela, 
não com a passividade e ou permissividade. 

ArqueiroHur



Amar é?... – II

Postagem original, em 16.08.2015



Amar é?... – II

Amar é manter-se voltado para o princípio evolutivo
e assim estar sempre propenso à orientar e ou educar,
mas, porém, e principalmente
perceber/sentir e respeitar o direito de escolha alheio,
podendo mesmo diante disto, manter-se em ‘silêncio’
ou 'sem envolvimento' nas questões/rumo.

Ou seja,
Amar é manter-se na atuação sobre cada momento e situação,
independente de alguma proximidade, parentesco 
ou de algum acordo com o(s) partícipe(s).
ArqueiroHur