INFORME

Mediante os movimentos aos quais devo proceder e acatar, em respeito a vocês, meus Queridos Irmãos (ãs), ainda estou aqui. Entretanto, pode acontecer que as postagens não ocorram de forma como vinham se dando: diariamente.
Desta forma, não estranhem caso haja tal situação.
Que a Ordem Divina, permaneça em nosso caminho.

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Pequenos Pensamentos - CIII


                                                        Postagem original, em 22.11.2011


                 Manter-se sob a escravidão do ego,
                 com seus desejos e querer,
                 suas contradições
                 e "dominado" pelas convicções da "sombra"
                 é não só "perder" este momento
                 para VIVER o SER,
                 como estabelecer a "nova morada"
                 dentro deste quadro de "domínio".
                                                              ArqueiroHur





As aparências enganam...


Postagem original, em 26.04.2012

As aparências enganam...

O caminho do Ser nos remete ao rompimento com “as formas”, moldes e padrões institucionalizados. 
Ao não se vincular aos “títulos” e aparência. 
É o caminho do “SENTIR” e “perceber” a vibração e a sintonia que está atuando.

O fluxo de energia e “troca” (emitindo e recebendo) é constante e contínuo. 
E no início deste “retorno para si” que buscamos, 
é muito comum 
(pelo fato de ainda estarmos “presos” aos conceitos) 
acabarmos sendo imprudentes 
e nos permitirmos aos “enganos” das “formas e padrões”. 
Pensamos (pelo ego), 
que por já termos um pequeno conhecimento, 
que podemos “controlar” as situações.

Mas, NÃO!... Até que sejamos “senhores de SI” 
(situação em passamos a ter o domínio pelo TODO, em consciência plena), 
estamos sujeitos a “influência do externo” 
(meio e pessoas); 
e se nos “deixamos levar” pelas aparências 
(gestuais, indumentária, erudição, rótulos e títulos dados pela humanidade...), 
não percebemos nem sentimos a energia. 
E aquilo que nos parece “besteira”, coisa à toa e boba, 
nos leva, invariavelmente, para a “areia movediça”.

"... Não se corrompendo aquele que é consciente de quem É 
e a qual lado pertence..."
– Maria, mãe dos filhos da Terra -

Situação e Estado que só ocorre por se respeitar o “SENTIR” 
(voz interior) 
e ao se buscar o entendimento sobre o caminho e apontamentos, aceitando-os.   

- Não cultuando a nada nem ninguém.
A DESINTEGRAÇÃO DAQUILO
QUE SEUS OLHOS PODEM VER
E SUAS MÃOS TOCAM
É CERTO E DEFINITIVO.
PORTANTO, NÃO AS FAÇAM
DE "ESCORAS" ILUSÓRIAS.

- Reconhecendo-se para poder rever-se.
POR ISSO, A IMPORTÂNCIA DA REVISÃO,
CONHECENDO-SE, INTEGRANDO-SE,
DESAPEGANDO-SE,
AO QUE NÃO VOS PERTENCE.

- Largando a “ilusão” da individualidade, de que entre as paredes do seu quarto tudo posso, "estou protegido" e “ser outro”.
"... A LUZ revela, não sonega.
A LUZ, não oculta, expõe.
A LUZ é a Verdade e revela, vê e sente TUDO.
Da LUZ, nada se esconde.

Então porque muitos que a buscam 
ainda insistem em achar que podem se manter se escondendo, sonegando?

Meus filhos, tudo é visto pela LUZ!..."

Estas orientações e “alertas” tem-nos sido passadas com insistência, tanto nas “mensagens/canalizações” postadas aqui, 
como em todo Trabalho voltado para a Evolução.

Assim, façamos a “nossa escolha”, tomemos a decisão!

“... Temos todo o AMOR e paciência,
Mas, pedimos seu compromisso e decisão!
Até quando?
O que achas que perdes com a Verdade?
É na falta dela que saem do caminho.
E o que nós podemos fazer?
Aceitar sua escolha? SIM!
Mas concordar com ela, não!...”

Transcrevo, abaixo, trechos do livro SUBLIME PEREGRINO , de Ramatis, 
http://www.alemdoarcoiris.com/DOWNLOADS/SublimePere
onde Ele aborda este tema:

"... A ascensão espiritual está associada à transformação e expansão da vossa consciência e conexão com vossa Presença Divina ou Ser Superior e com Deus. 
Isto implica uma forma de vida específica na conduta, nos valores e atitudes que fazem parte da dinâmica quotidiana do indivíduo e não de algumas circunstâncias ou momentos específicos. 

Para os seres de evolução superior não existe diferença entre os momentos de introspecção ou conexão com o plano do Ser e a Fonte Divina e suas atividades diárias, porque vivem em um estado de conexão plena e constante. 
Essa dicotomia existencial acontece em pessoas como vós que habitualmente estais flutuando no plano das polaridades, devido a vossa forma de vida e não encontrais alinhados com a Fonte Divina...

... Todavia não haveis compreendido que tudo que pensais e sentis afeta a vossa sensibilidade e consciência espiritual. 
Vossas ações não correspondem aos paradigmas que a Hierarquia Cósmica já vos transmitiu. 
Existe uma incongruência entre o que decidis, fazeis e pensais, além disso, seguem alimentando a ilusão, como ferramenta que o vosso ego utiliza com freqüência... 

... aprender a discernir a informação real da fraudulenta, 
mesmo que essa pareça linda, 
isso se detecta quando não estimula a transformação, a consciência e o assumir da responsabilidade... 

... compreender que deveis modificar vossos maus hábitos que afetam vosso corpo físico, emocional e psique...

... aprender a selecionar as pessoas com as quais relacionais. Nem todos os operadores de luz estão vibrando na luz, na afinação adequada, nem sua conduta, nem caráter são harmônicos...

... compreender que nem tudo o que é luminoso tem origem no divino, 
e que as forças da obscuridade vigiam, 
e que os imprudentes e desonestos são presas de seus estratagemas disfarçados de luz, harmonia e amor. 
Vossa perspectiva e integridade deve ser tal que saibais discernir entre a ficção e a realidade, a luz da obscuridade, apesar das aparências...

... Se os falo nesses termos é para que sejam conscientes da importância do tema, 
e que sejais honestos e sinceros com vós mesmos 
e não caiais na ilusão e nem deixeis iludir-se por propostas espirituais que são mais inspiradoras, mas que não tem nada haver com a realidade. 
Uma vez mais vos digo que “A Obscuridade se Disfarça de Luz” para provar a vossa integridade espiritual, 
e os meios que a utilizam são diversos. 
Assim, estais alerta e perseverantes nos vossos desejos de melhorar e renovar plenamente aquelas estruturas de vossa evolução que são dissonantes e que lesionam e bloqueiam vossa sensibilidade espiritual..."



Deixemos de achar que podemos “agradar a dois senhores”, 
de “ser esperto” e querer manter “um pé lá e outro cá”. 
Lembre-se do “anúncio” da “separação do joio do trigo”.
É neste agora que tudo está se dando, se definindo. 
No “amanhã”, as ações serão somente efetivas, 
realizando na prática  o anunciado.

ArqueiroHur




O PENSAMENTO FORMA E LEVA À INDUÇÃO.

Postagem original, em 06.06.2012


O PENSAMENTO FORMA E LEVA À INDUÇÃO.

NESTA BUSCA DO "REENCONTRO" COM O SER,
AS PONDERAÇÕES E OBSERVAÇÕES
DAS NOSSAS ATITUDES E AÇÕES,
VISANDO A DISCIPLINA E O EQUILÍBRIO
(FÍSICO, MENTAL E EMOCIONAL),
É O QUE NOS MANTÉM NO CAMINHO DA LUZ (VERDADE).
DEVENDO SER CONSTANTE O "CUIDAR" EM SE "REVER",
PARA QUE NÃO CAIAMOS NAS ARMADILHAS DO "EGO".

ME FOI PEDIDO,
QUE  TRABALHASSE NA EDUCAÇÃO MENTAL (DO EGO),
ENTÃO RESOLVI BUSCAR ESTA COMPREENSÃO.

É NA OBSERVAÇÃO DOS PENSAMENTOS
QUE OBTEMOS O ENTENDIMENTO,
E DEVEMOS TER O CUIDADO COM O QUE  "CRIAMOS".

SE DERMOS "ASAS" AS BOBICES E DESEJOS DESMEDIDOS DA "MENTE", 
ESTAREMOS ESCOLHENDO SINTONIZAR COM A ILUSÃO, O MEDO, ENFIM
COM OS DEVANEIOS "SOMBRA",
QUE CAUSAM A SENSAÇÃO DE DÚVIDA, VAZIO E SOLIDÃO;
O QUE NOS LEVA PRA LONGE 
DA NOSSA ESSÊNCIA (LUZ).

POIS, 
SÃO AS DISTRAÇÕES DA MENTE INDISCIPLINADA,
QUE NOS AFASTA DO OBJETIVO
QUE É A "INTERAÇÃO" (UNIFICAÇÃO) 
COM O NOSSO SER.

QUANDO O PENSAMENTO ESTÁ EM SINTONIA COM O CORAÇÃO,
LEVA A EVOLUÇÃO.
MAS PARA ISTO, PRECISA DE "EDUCAÇÃO".

TENDO ESCOLHIDO O CAMINHO DA "VERDADE",
NECESSITO QUE O "EGO" ESTEJA JUNTO A MIM.
POR ISSO, ENSINO-LHE PRATICANDO
A HONESTIDADE POR DENTRO E POR FORA
(NO PENSAR E AGIR).

ASSIM COM ESTA AÇÃO, O EGO (ATUANDO A FAVOR),
SABERÁ DA SUA IMPORTÂNCIA,
DEIXANDO DE SER IGUAL A UMA "CRIANÇA MIMADA",
NA QUAL OS PAIS FAZIAM-LHE TODAS AS SUAS VONTADES.

O QUE DETERMINA QUEM SOMOS,
É A INTERAÇÃO COM O TODO,
COMEÇANDO POR NÓS (UNIFICAÇÃO),
E SÓ ENTÃO,
VEM A COMPREENSÃO DE TUDO AQUILO QUE NOS CERCA.

POIS O UNIVERSO NÃO PODE NOS DAR A "AMPLITUDE",
SE NÃO ESTIVERMOS EM NÓS,
(FIRMES, CONSCIENTES, DESPERTOS E LÚCIDOS).

POR ISSO, AS LIMITAÇÕES DO "SABER/CONHECIMENTO", SÃO NECESSÁRIOS NESTE PROCESSO DO "REVER",
"REEDUCAR-SE" E "REAPRENDER".

PENSAMOS QUE “SABEMOS”,
MAS CONHECEMOS SOBRE O MUNDANO,
SOBRE SEUS CONCEITOS.

Luz da Alma



O País que não existia


O País que não existia
Num país muito estranho, reinava a mentira e até o nome do país, ninguém sabia ao certo, já que tudo lá era mentiroso.
Os nomes, a idade e até por vezes o sexo era falso... Explico, a gente olhava e via um menino, mas quando se conhecia e conversava, descobria que era menina, ou vice-versa.
Nas escolas, se aprendia a mentira com várias especialidades, entre elas: para ser mais esperto, para sempre levar vantagem em tudo, para ser diferente do que se é realmente e principalmente, para nunca dizer a verdade.
O clima no país era engraçado, pois até ele pregava peças no povo que cansava de sair agasalhado e um sol abrasador aparecia e quando saía com uma roupa mais leve, acontecia de até nevar.
E apesar de toda a confusão que reinava no país, o povo levava as coisas com humor. As crises existentes no governo (sim, existia um governo, mas que também era mentiroso), o povo também não ligava e tudo era encarado com uma natural falsidade.
A fama do país atraiu muitos turistas, curiosos em saber como aquilo se dava. E eram os pobres turistas, motivo de chacotas e sofriam na mão do povo e do governo.
Como tudo lá era mentiroso, eles achavam que todos também o eram, até mesmo os pobres turistas que, ao voltarem para suas terras, acabavam sendo desacreditados ao contarem tudo o que haviam sofrido e presenciado no país da mentira.
E como eu nunca fui a este país, também custo a acreditar na existência absurda deste lugar.
- E vocês acreditam?
Lá, o bobo era esperto e o correto era bobo...  É!, tinham pessoas corretas no país, mas como ninguém acreditava nelas acabavam passando por mentirosas, mesmo não o sendo.
O que eu sei, é que ninguém podia confiar em ninguém, no País que não existia.
- Não entenderam? Nem eu.
- Vocês acham que eu também estou mentido?

ArqueiroHur