INFORME

Mediante os movimentos aos quais devo proceder e acatar, em respeito a vocês, meus Queridos Irmãos (ãs), ainda estou aqui. Entretanto, pode acontecer que as postagens não ocorram de forma como vinham se dando: diariamente.
Desta forma, não estranhem caso haja tal situação.
Que a Ordem Divina, permaneça em nosso caminho.

domingo, 19 de março de 2017

Pequenos Pensamentos - CLXV


Postagem original, em 23.05.2012


           Não há mudança interior real
           sem sua aplicação,
           com atitudes no dia a dia,
           no seu cotidiano.

           Entretanto,
           a mudança pura e simples de hábitos
           ou costumes,
           não significa por si só
           consciência.

           Deixar, como exemplo,
           de efetuar "o sinal da cruz"
           e "passar a falar: namastê",
           sem que o Seu SER esteja ali, 
           na atuação,
           sem a percepção do TODO;
           é trocar o seis por meia dúzia.
           E fazer do sagrado,
           algo vulgar e vazio.

                                                         ArqueiroHur



Crenças, como ideais, são fugas do fato

Postagem original, em 14.12.2014




Crenças, como ideais, são fugas do fato

A crença é tão desnecessária quanto os ideais.
Ambos dissipam a energia que é necessária para acompanhar o desdobramento do fato, o “que é”.

Crenças, como ideais, são fugas do fato 
e na fuga não há fim para o sofrimento.

O fim do sofrimento é a compreensão do fato de momento a momento.

Não existe sistema ou método que vá dar compreensão, 
mas apenas uma conscientização sem escolha do fato.

Meditação de acordo com um sistema é evitar o fato do que você é;
é muito mais importante compreender a si mesmo, 
a constante mudança dos fatos sobre você mesmo,
do que meditar a fim de encontrar deus,
ter visões, sensações e outras formas de entretenimento.

- Krishnamurti, Krishnamurti Notebook,41,Meditations

http://www.jkrishnamurti.org/pt/krishnamurti-teachings/view-daily-quote/20141210.php?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+JKOnline_DailyQuotes_PT+%28JKOnline+RSS+PT%29



Não espere... ou a Intenção

Postagem original, em 20.06.2012


Não espere... ou a Intenção

Não espere o “futuro” acontecer
para algo mudar em você;
mas “mude”,
para o “futuro” acontecer em você.


Não espere aquilo que dá,
nem aquilo que não sabes ter;
mas saibas ter o que é seu,
para saber dar sem esperar.


Não espere o dia alvorecer
e ver a LUZ;
mas faça a noite se dissipar em você,
para em você, a LUZ do dia habitar.


Não espere nada por fazer;
mas não espere para fazer,
para não fazer pelo esperar.


Não espere ser um “outro alguém”;
mas se espelhe no que quer ser,
para não ser o que o “outro alguém”
espera de você.


Não espere obter “poder”
para trabalhar e “ser”;
mas trabalhe-se,
para obter e SER
com o PODER DO SEU SER.


Não espere por soluções externas
nas “suas questões”;
mas foque-se em si,
para “ver” as questões como externas
e solúveis.


Não espere ou atribua à responsabilidade
e cuidado sobre si para outrem;
mas responsabilize-se,
para esperar poder atribuir-se
o cuidado sobre outrem.


Não espere recompensa por atuar;
mas atue sem nada vislumbrar,
para vislumbrar  a recompensa
do simples fato de poder atuar.


Não espere o AMOR de alguém;
mas faça-o florescer em você,
para alguém SENTIR o AMOR
de VOCÊ brotar.
 ArqueiroHur