INFORME

Mediante os movimentos aos quais devo proceder e acatar, em respeito a vocês, meus Queridos Irmãos (ãs), ainda estou aqui. Entretanto, pode acontecer que as postagens não ocorram de forma como vinham se dando: diariamente.
Desta forma, não estranhem caso haja tal situação.
Que a Ordem Divina, permaneça em nosso caminho.

sábado, 17 de dezembro de 2016

Pequenos Pensamentos - CXXIX



Postagem original, em 28.12.2011



                    Aprenda a dizer:
                     Não!


                    Não, ao que o mundo lhe pede
                    ou procura impor.
                    Não, aos seus desejos e querer,
                    as suas vontades 
                    ou ao que lhe agrada...


                    Aprenda que assim
                    deixarás de negar ao seu SER
                    e estarás permitindo ao Universo
                    deixar de somente lhe "mostrar",
                    mas, efetivamente, 
                    lhe guiar pelo caminho.
                                                                           ArqueiroHur





Meu ego não é o que unicamente Sou...



Foto: JM
Postagem original aqui, em 21.11.2012


Meu ego não é o que unicamente Sou...

Em mim, meu “eu” é o “ego”:
pessoalidade e individualidade
que o mundo, aqui, plasmou.

É ele que quer, deseja, carece,
julga, justifica, projeta, espera...
Anula, violenta e entorpece
o que, em Essência, Sou.

Quando lhe convém,
tudo consente, aprova e aceita.
Se me deixo envolver, dirigir, entregar,
abandono-me ao mundo e suas vibrações,
cedo às seduções e seus interesses.

Meu ego é um personagem, uma imagem, 
projetada, desenhada, inventada; 
determinada pelo meio e pela formatação.

MAS "ele"  é apenas aquela “parte”
que, em mim, o mundo incrustou.
Em um tempo que vivi, mas que ignoro
e neste tempo, com o que a vida me legou.
  
Porém, não é o “ego” , 
envolvido e corrompido,
o que "unicamente" Sou...!!

Usee


Nota: 
Neste escrito a intenção não foi negar o ego,
mas por em relevo sua constituição/formatação,
no que (e como) ele se deixa submeter.

Seria contrassenso negá-lo,
uma vez que ele é parte constitutiva da realidade/existência
que sou, cabendo-lhe por tarefa,
"representar meu Ser" aqui
e "promover o intercâmbio com a Luz".

Neste sentido,
o trabalho com meu ego (e que me cabe efetuar),
deve ser no sentido de trazê-lo à consciência,
para que, em harmonia com meu Ser,
ele realize o que deve ser realizado...

Usee

http://luzsobremeuser.blogspot.com.br/




O escorpião, o ego e a confiança

Postagem original, em 09.06.2012


O escorpião, o ego e a confiança

Você conhece ou se lembra da fábula:
“o escorpião e o sapo”?... Não?!
Bom:

“O Escorpião e o Sapo”
O Escorpião e o Sapo é uma fábula 
sobre um escorpião que pede a um sapo
que o leve através de um rio.
O sapo tem medo de ser picado
durante a viagem,
mas o escorpião argumenta
que se picar o sapo,
o sapo iria afundar
e o escorpião iria se afogar.
O sapo concorda
e começa a carregar o escorpião,
mas no meio do caminho,
o escorpião, de fato, ferroa o sapo,
condenando ambos.
Quando perguntado por que,
o escorpião responde
que esta é a sua natureza.
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.



Você consegue fazer um paralelo
ou perceber alguma semelhança do ego com o escorpião?...

Mas a semelhança é enorme!...

O ego, em nome da sua individualidade,
da manutenção do que pré-estabeleceu para si,
dos seus conceitos, da sua teimosia e interesses;
é capaz de se associar a qualquer um,
de não honrar sua palavra,
de negar a si mesmo e a sua existência;
de trair, da faltar com a verdade, de ser injusto, ardiloso,
além de traiçoeiro...

Tá!... Sei que alguns devem estar dizendo:
- Isto me é sabido e não quero ficar
“vendo ou falando” de ninguém!

E é correto isto:
não estamos aqui para falar de ninguém externo.

Então lhe pergunto:
-Você consegue identificar,
numa menor escala ou proporção,
estas características no “seu ego”?...

Não?!...Mas deveria,
se deseja realmente este caminho do rever-se,
de voltar-se para o SEU SER!
Já que não há nenhum ego “melhor” do que do outro,
ou imune a este processo.
O que há são egos trabalhados,
que adquiriram uma certa consciência.

Então, fique “alerta” quanto ao seu ego,
a sua resistência. Pois ele volta e meia,
irá procurar “se agarrar”
a conceitos dos mais escabrosos,
a buscar justificativas
e a se lançar em situações indevidas,
mesmo sendo conhecedor  do desvio,
para manter-se “no controle”, para fazer valer sua “opinião”,
vontades ou desejos.
Para fazer valer sua “razão”...

Alguns agora devem estar “pensando”:
- eu não acredito nisto,
que meu ego possa me trair!

Mas, e a preguiça eminente para se trabalhar
ou deixar de fazer algum trabalho
e até mesmo de se cuidar fisicamente,
para estar “ocupando seu tempo”
com algum compromisso externo tido como “inadiável”,
embora fosse mais do que sabido,
que não era bem assim;
isto não é uma traição a si mesmo?

RECONHEÇA-SE
PARA PODER MODIFICAR, COMBATER!

Não se esqueçam da
“formatação individualista e superior”
do ego!

Mantenham-se atentos a si mesmo,
as suas contradições.
Elas não têm hora para acontecer,
e são uma resistência natural do ego
em querer se manter no controle.

Saibam e entendam isto!
Não permitam que o “escorpião” leve vantagem.
Desconfie dele!

Pois, se ele fosse confiável
e tendo “reinado” até hoje em você
e na existência humana,
estaríamos nós nesta condição?...

Estaríamos e poderíamos ser “manipulados”,
sentiríamos solidão, teríamos “doenças”?...

Ora bolas!

O SER é a representação da Criação aqui!
E pode Ele, sendo parte do TODO,
ficar doente, sentir-se só ou ser manipulado?

Desta forma, confiem naquele que é confiável,
que não irá lhe trair, nem ao TODO.
Este, é o SEU SER!
ArqueiroHur