INFORME

Mediante os movimentos aos quais devo proceder e acatar, em respeito a vocês, meus Queridos Irmãos (ãs), ainda estou aqui. Entretanto, pode acontecer que as postagens não ocorram de forma como vinham se dando: diariamente.
Desta forma, não estranhem caso haja tal situação.
Que a Ordem Divina, permaneça em nosso caminho.

domingo, 27 de novembro de 2016

EXERCÍCIO de DESOBSTRUÇÃO e REPOLARIZAÇÃO DA ENERGIA DOS "CORPOS INFERIORES"



EXERCÍCIO de DESOBSTRUÇÃO e REPOLARIZAÇÃO DA ENERGIA DOS "CORPOS INFERIORES"

Este exercício vai atuar em todos os nossos corpos inferiores 
(físico, etérico, emocional e mental), 
desobstruindo-os e repolarizando-os; 
permitindo que o fluxo da sua energia vital se restabeleça 
e venha a se promover a Unificação com os corpos superiores.
Ele é um complemento e auxiliar das outras técnicas que aqui foram expostas. 

Nossa atuação é física, pelos movimentos, mas devemos ter o entendimento do objetivo, que é a energia, 
e realizarmos o exercício,dentro deste propósito.
Desta forma, devemos perceber e respeitar nossa limitação e dificuldades iniciais
mas com persistência e determinação, irmos ultrapassando-as.
Pois, não se constrói um Castelo de pedras, sem que se vá colocando uma por uma.


1ª  PARTE.
     A)  RESPIRAÇÃO, onde se busca o centramento/foco, a sintonia para a sua efetuação pelo TODO, LUZ:

Se posicione de frente para o sol nascente, de pé com a postura ereta, pernas entre abertas (na altura dos quadris). Abaixe a cabeça relaxando-a.  


Inspire profundamente, enquanto se vai girando a cabeça até  a altura do ombro.


Prenda a respiração e vá lentamente, como que desenhando um círculo, levando a cabeça até o outro ombro.


E somente então, comece a expirar (soltando todo ar pela boca) lentamente; deixando a cabeça voltar para posição inicial até o centro do peito, relaxando. 
Onde se começa novamente, a repetição de todo o processo, efetuando-o 3 vezes para cada lado, na ordem da sua preferência.


Fazer este movimento 3x pra cada lado.






B) Mexendo com as energias cristalizadas na altura dos ombros -  
b.1) “Tô nem aí”. 
Com os olhos abertos, crie um ponto fixo para olhar
e vá efetuando suavemente este movimento de "subir e descer com o ombro", 
pois embora estejamos no físico, nosso objetivo é atuar com a energia.   
Faça com um e depois com o outro, intercaladamente e procurando manter a suavidade no movimento. 
A quantidade de vezes, fica ao seu critério e percepção.




b.2) Mantendo os olhos fixos no ponto criado (o que deve "mexer", são os ombros, não a cabeça),
vá girando o ombro (um de cada vez), 
como quem desenha um circulo imaginário, pra frente e para trás. 
Faça suavemente, sem se preocupar com quantidade de vezes efetuada, mas sim buscando "sentir". 


b.3) Nadar ou "Elis Regina"
Neste ponto, começamos a ter um movimento mais intenso, visando "soltar" algumas energias que estão mais densas, assim:
soltando os braços para frente, para trás e girando-os (como a Elis cantando "Arrastão");
dando “braçadas de natação”  e ou como um bater de asas livre.
Primeiro intercaladamente e depois em conjunto.

OBS: Somente mexer os braços, a postura deve permanecer ereta, olhando para um ponto fixo de frente para o sol nascente.






C) Desobstrução da coluna. 
Mantendo ainda o olhar no "ponto fixo",
abrindo mais as pernas para se obter apoio e conforto;
colocar uma das mãos apoiada no joelho, o outro braço passando por cima da cabeça dando 3 puxadinhas leves, mas onde sentimos o "mexer" em toda a coluna . 
Fazer 3 pra cada lado, alternadamente.




D) Mexendo com as energias do quadril/cintura: 
A quantidade dos movimentos (número de vezes), fica aqui de novo entregue a a sua percepção/sentir.

d.1) Voltando a manter o olhar "fixo num ponto" e com as pernas abertas na altura da cintura; 
por as mãos apoiadas nos quadris e ir subindo e descendo o calcanhar, 
flexionando levemente os joelhos alternando-os (um e o outro),
sem retirar os pés do chão.
obs: o que deve mexer nesta etapa, é a parte inferior do corpo o  tórax e a cabeça, devem permanecer o máximo possível, quietos.  






d.2) ir subindo o movimento que antes se dava somente com as pernas, para o quadril;
mexendo-os quadris para o lado (rebolando), 
mantendo a sintonia entre os quadris e os movimentos das pernas anteriores 
(calcanhar se elevando, os joelhos levemente flexionando); 
sem retirar os pés do chão.

d.3) Movimento Pélvico.
Com as mãos apoiadas nos quadris e as pernas levemente afastadas
(sem perder o ponto fixo do olhar); 
movimente sua pélvis (parte sexual) pra frente e pra trás. 
O movimento, deve ser curto, rápido (dando uns “ tranquinhos”) 
e alternados:  para frente e para trás.



d.4) Volte a repetir os movimentos do exercício “A”. (Com as mãos apoiadas nos quadris, subir e descer o calcanhar, flexionando levemente os joelhos alternando um e o outro.)


- Aos poucos, 
vá levantando um pé de cada vez e batendo no chão 
(como se estivesse marchando, porém sem sair do lugar, 
no ritmo da batida do coração ou de uma dança indígena);
indo aos poucos, acelerando os movimentos,
para mexer, desta vez, com toda a energia do corpo.








E) ARRANCANDO AS ENERGIAS NOCIVAS.
- Se curve o máximo que conseguir. (Como ficar pendurado);
deixando-se totalmente "solto" na parte do tronco e braços.

Ex: Como mostrado no desenho.



- Agora, inspire profundamente pelo nariz e ao mesmo tempo junte as mãos,
entrelaçando os dedos.  
ex:  Fazendo “cadeirinha” (brincadeira de criança que serve de apoio para o outro subir).


- com a respiração presa; 
vá “raspando” subindo as mãos (como se as mãos fossem uma espátula) 
de maneira rápida e sempre em contato ao corpo, 
até o chakra da coroa,
tendo em mente o entendimento de que se está "pegando" toda energia nociva,
indevida que se encontrava nos corpos inferiores. 



- Ao se chegar com as mãos ao alto da cabeça, 
expire pela boca, de forma intensa, 
soltando todo o ar de uma vez, 
ao mesmo tempo em que se solta as mãos,
projetando-as para frente. 
Jogando aquela energia fora e para bem longe,
de maneira determinada e incisiva.

OBS: REPETIR TODA ESTA ETAPA (E) 3vezes.



2ª PARTE - REPOLARIZAÇÃO e PREENCHIMENTO com a LUZ

APÓS A LIMPEZA VEM A RECONSTRUÇÃO. 
NA QUAL DEVE SER FEITA DE MANEIRA SUTIL, LEVE E CALMA; 
INSPIRANDO (pelo nariz) E EXPIRANDO (pela boca) SUAVEMENTE. 
Sentindo a energia da LUZ, do AMOR preencher o que antes estava ocupado e foi retirado.


A) REEQUILIBRANDO OS CHAKRAS INFERIORES e "acalmando" os CORPOS: etérico, emocional e mental.
- inspire profunda e lentamente pelo nariz, 
com as mãos na horizontal (espalmadas para baixo) , 
posicionadas no plexo solar, 
com os dedos médios se tocando e os cotovelos alinhados 
e expire pela boca lentamente. 
Faça a respiração por 3 vezes, mantendo a posição das mãos.






B) TRAZENDO A ENERGIA DA LUZ (DO SEU SER) PARA TODOS OS CORPOS E CHAKRAS. 

- Como o yin-yang, com as mãos em forma de "conchinha",
encaixe-as na altura do chákra cardíaco ( meio do peito), mantendo os cotovelos alinhados. 

- Inspire profunda e suavemente, 
levando os braços na direção da mão que está por cima, 
com a respiração presa, 
até a lateral do peito;
dê 3 puxadinhas leves, esticando e levando a mão, mais para trás;  
venha, então, retornando as mãos para o centro do peito lentamente, 
sempre mantendo-as na altura, 
enquanto ao mesmo tempo, 
se vai expirando pela boca suavemente. 

,





- Em seguida, mas pausadamente,
inspire e puxe para o outro lado, dando as "puxadinhas";
fechando assim, 1 ciclo.
repetir o ciclo inteiro  por 2 vezes ( para os 2 lados)
e "puxar" mais um vez para o lado da mão que está por cima.


- Faça o início do 3º ciclo,mas no retorno dele, 
no centro do peito,
inverta a posição das mãos;
e comece-o para o outro lado 
(a mão que estava por baixo, vai pra cima),  
repetindo os 2 ciclos inteiros;
e parando ao retorno do 3º.





C) LEVANDO A ENERGIA/SABEDORIA DO SEU SER (RECEBIDA NA ETAPA ANTERIOR) PARA A MENTE/PERSONALIDADE.
- Mantendo as mãos na posição em que se fechou a etapa anterior,   
inspirar suavemente, 
e levando ao mesmo tempo as mãos até o 3º olho 
(encaixadas da mesma maneira que do exercício anterior); 
com os “nódulos” (ossinhos) da mão que está encaixada por cima, 
massageie esta região do 3º olho,
passando-os (cada um deste ossinhos) de cima pra baixo suavemente, 
com a respiração presa.
Afaste um pouco a mão e retorne subindo as mãos, 
passando novamente os ossinhos pelo 3º olho
ao mesmo tempo em que se expira pela boca, suavemente.

Faça este processo por 3 vezes com a mão que se iniciou;
voltando as mãos ao chakra cardíaco,
inverta-as 
e repita o processo acima dos ossinhos subindo e descendo por 3 vezes.











PARTE

BANHANDO e PROTEGENDO COM A LUZ AMARELO/DOURADO (LUZ DO SOL) DO UNIVERSO.

“Repouse” as mãos uma sobre a outra (com as palmas pra cima). 
Inspirando suavemente vá erguendo as mãos,
de forma suave e lentamente,
com a respiração presa até o chakra da coroa;







onde, soltando as mãos e abrindo os braços, 
desce-os, de forma suave, acariciando 
fazendo um círculo em volta do corpo;
ao mesmo tempo em que 
se expira pela boca lentamente
até o ponto inicial,


alternando as mãos, uma por cima da outra, 
após cada “circulo” feito. 
Repetir por 3vezes, com cada uma das mãos por cima,
dando um total, de 6 vezes.



ArqueiroHur

com a colaboração e participação de Luz da Alma


ps: recomendo que se procure seguir a sequência indicada, ordem colocada, para que se possa atingir ao propósito exposto. Pois, para que a LUZ entre, é necessário que haja o espaço e condições para Ela se instalar.