INFORME

Mediante os movimentos aos quais devo proceder e acatar, em respeito a vocês, meus Queridos Irmãos (ãs), ainda estou aqui. Entretanto, pode acontecer que as postagens não ocorram de forma como vinham se dando: diariamente.
Desta forma, não estranhem caso haja tal situação.
Que a Ordem Divina, permaneça em nosso caminho.

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Pequenos Pensamentos - LXXXIV


Postagem original, em 02.11.2011


             Retornar a caminhos já trilhados,
             por saber de seu "conforto e consolo"
             é além de "fechar-se" a LUZ e Evolução,
             promover feridas profundas em seu
             próprio Coração.

             É não se dar valor
             e não reconhecer o seu SER.
                                                                  ArqueiroHur




Sem intenção... e Agir sem ideia é o caminho do amor


Postagem original, em 17.07.2014


Sem intenção...

Sem intenção, não há frustração,
não há derrota.
Não há perda, nem solidão.
Pois, sem ela, não há expectativas
de vitória ou de ganhos,
de comparação ou de realização, 
de "salvação"!
De propriedade ou de ter,
de desejos ou querer.
A comunhão é constante.


Sem intenção, não há alegria,
pois, em sua ausência não existe a tristeza.
Não há vazio,
por não existir o “meu”, o individual,
ou o espaço preenchido pelo pré-concebido que se esvai,
formado pelo efêmero e alimentado pelo volúvel.
    
Sem intenção, não há o que “se ser”,
o que se alcançar ou almejar.

Se é o que se É,
o movimento à todo momento,
num crescente que não cessa, nem se interrompe
para poder “se sonhar em ser”;
esquivando-se do que se É, de como se está.
ArqueiroHur





Agir sem ideia é o caminho do amor

O pensamento sempre será limitado pelo pensador que é condicionado;
o pensador é sempre condicionado e nunca está livre;
se o pensamento ocorre, imediatamente a ideia acompanha.
E a ideia para agir está fadada a criar mais confusão.

Sabendo disto tudo, é possível agir sem ideia?

Sim, este é o caminho do amor.

O amor não é uma ideia;
ele não é uma sensação;
ele não é uma memória;
não é um sentimento de adiamento,
um artifício auto-protetor.

Só podemos estar cônscios do caminho do amor quando compreendemos a totalidade do processo da ideia.

Agora, é possível abandonar os outros caminhos
e conhecer o caminho do amor, que é a única redenção?

Nenhum outro caminho, político ou religioso, resolverá o problema.

Isto não é uma teoria que você terá que ponderar e adotar em sua vida; deve ser real.

Quando você ama, existe ideia?
Não aceite isto;
apenas olhe, examine, investigue profundamente;
porque nós tentamos todos os outros caminhos,
e não houve resposta para a miséria.
Os políticos podem prometê-la;
as chamadas organizações religiosas podem prometer felicidade futura;
mas nunca conseguimos isto agora,
e o futuro é relativamente sem importância quando estou faminto.

Nós tentamos todos os outros caminhos;
e só podemos conhecer o caminho do amor se conhecermos o caminho da ideia e o abandonarmos,
o que é agir.
-J. Krishnamurti, The Book of Life-


http://www.jkrishnamurti.org/pt/krishnamurti-teachings/view-daily-quote/20140715.php?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+JKOnline_DailyQuotes_PT+%28JKOnline+RSS+PT%29




“Eu sei!”... A afirmação da incoerência.


Postagem original, em 14.02.2012


“Eu sei!”... A afirmação da incoerência.

Por quantas vezes você afirma e já ouviu de outros esta afirmação: "- EU SEI!!!!..." 
quando de alguma situação que não saiu ao seu contento, 
lhe desagradando ou contrariando, 
e foi tentada por outrem ser-lhe esclarecida, apontada a incorreção da 'direção', da intenção?...

É algo interessante esta “reação” e afirmativa, 
já que a atitude tomada, e que se gostaria que prevalecesse, 
é contrária a este “saber afirmado”.

Então, a questão assim é: 
Por que você não atuou dentro deste “saber” que afirma já conhecer, quando alguém lhe apontou a incorreção?

Na maioria das vezes, sua atuação se deu e se dá pelo seu querer e gostar, “tentando impor” a sua vontade e desejo, os seus conceitos. 

Eis aí, a “razão” de você não aplicar o que “sabe”, o que lhe foi apontado/indicado pela Sua Voz Interior/Verdade e pelo Universo.

E a sua “reação” se deve ao fato de não gostar de ser contrariado, de não gostar que lhe apontem a “falha”, o egoísmo, o seu interesse...

Mas, para crescer no caminho da LUZ, volto a colocar: 
devemos nos ver como uma Criança que está “entrando” num mundo totalmente novo...  
Que está se alfabetizando, conhecendo algo que a princípio, 
lhe é fantástico: 
aprender a ler e escrever.

E este “aprender” do novo, na maioria das vezes, não é condizente aos conceitos e padrões que julgamos, e fomos formatados para crer serem os ‘corretos’ e seguir...

Sim! É certo que “você sabia (sabe)” no seu íntimo... 
Pois a VERDADE está em você... 
Então, como você só conseguiu “ler e escrever”, praticando, 
faça o mesmo com o seu “saber interior”: 
PRATIQUE-O!... 
E perceba, quando não o está fazendo. 
É aqui, nesta percepção, que deves se “vigiar”, se doutrinar, 
nestas questões em que procuras “o seu jeito”.

Não se veja como “sabedor”, mas como aprendiz. 
E deixe o "novo" fluir em você.

AME-SE!

“A revisão e novo olhar, é de cada um”  
-Arcanjo Miguel-

Compartilho uma AFIRMAÇÃO que me passaram 
e acho muito apropriada neste contexto:

"Que a Luz da Sabedoria Divina me guie
no propósito evolutivo do meu Ser,
trazendo a clareza e o entendimento necessários,
para que eu compreenda e aceite 
o que me será/está me sendo dado pelo Universo"  
Que Assim Seja.


Que a VONTADE DIVINA comande o seu destino.
ArqueiroHur