INFORME

Mediante os movimentos aos quais devo proceder e acatar, em respeito a vocês, meus Queridos Irmãos (ãs), ainda estou aqui. Entretanto, pode acontecer que as postagens não ocorram de forma como vinham se dando: diariamente.
Desta forma, não estranhem caso haja tal situação.
Que a Ordem Divina, permaneça em nosso caminho.

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Pequenos Pensamentos - CXIII


Postagem original, em 02.12.2011



         Consciência* é algo 
         que TODOS possuem.
         Mas que, poucos
         VIVEM com com Ela.



                    Sim!
                    Para muitos,
                    é sacrificante largar os apegos
                    e romper os vínculos.

                    Para outros,
                    a responsabilidade que ela demanda,
                    é demasiada.
                                                                       ArqueiroHur




*costumamos querer 'medir o nível de consciência', nosso como dos outros, esquecendo desta forma, que TODOS SÃO FRUTOS DA CRIAÇÃO, possuindo os Seus princípios e atuando de acordo com o seu nível evolutivo e pelo estágio em que se encontra.




Caminhar?



Postagem original, 18.02.2013


Caminhar?

Queridos filhos,
No 'mundo' não há perfeição.

EM vós SIM!

É nesta LUZ que devem caminhar...

Ao longo do caminho 'no mundo' encontrarão obstáculos...
Revejam-se, perdoem-se e entreguem.

EM CONSCIÊNCIA
A LUZ É  em vós!

Nunca ao contrário
como sempre estiveram a "realizar"
e como ainda 'se pensa’ que deva ser:
1º eu, os meus interesses, receios e ambições;
pedindo e achando...

Pergunto-vos:
O que compreendem sobre LUZ, AMOR e CONSCIÊNCIA?

A resposta é única para todos:

A LUZ É!
O AMOR É!
A CONSCIÊNCIA É!

Continuar a caminhar?
SIM OU NÃO!
A decisão é vossa.

Fiquem na PAZ
Francesco, o Mentor

Por Lei-Fio




A GOTA D'ÁGUA

Postagem original, em 31.12.2013



A GOTA D'ÁGUA

O que é ou representa uma gota d'água 
na e para a imensidão do oceano?...
Pode uma simples gota d'água sanar a sede de alguém?...

É...,
uma gota d'água, pelos nossos conceitos e padrões,
não é lá grandes coisas, não representa muito.
Digamos mesmo, que ela é até meio insignificante...

Porém, não seria o portentoso e poderoso oceano,
formado por bilhões e bilhões destas
minúsculas e insignificantes gotas?...

Um copo d’água, também não pode transbordar
em razão da presença de uma destas simples gotas?...

SIM!...
Foi esta a resposta que todos nós demos, creio eu,
para as duas últimas perguntas.
Pois, tanto é do nosso conhecimento
(pelas experiências e vivências que temos aqui),
como também faz parte do saber do SER de cada um.

E eis aí agora, a pequena indagação e percepção que devemos  
efetuar cotidianamente:
o porquê de seguirmos aos conceitos e padrões
que nos fazem negar, tanto ao que ‘conhecemos’,
como ao saber do nosso SER?...

-Será que você, diante das questões iniciais do texto,
não “viu” e respondeu de pronto:
a gota como  insignificante,
tendo assim, atuado automaticamente pelos conceitos e padrões,
negando a si mesmo, ao que viveu/conhece
e ao Seu SER?...




Enquanto você, no seu dia a dia,
não se ver atuando diante de coisas, dando-lhes “peso”, considerando-as “simples”, de pouca valia 
e ou representatividade diante do TODO/Criação;
continuarás apartado e negando-se.
Isto apesar de na fala/discurso e em até certas atitudes,
procurar dar a transparecer o contrário.

Já que são, exatamente, nas atitudes/tarefas do cotidiano,
que as efetuamos com consciência ou não.
Que demonstramos nosso entendimento e entrega.

São nelas, nas pequenas coisas do dia a dia,
que deixamos o AMOR, a VERDADE, a HUMILDADE
e a JUSTIÇA se revelarem.
Que transformamos e utilizamos o “conhecimento”
(aquilo que vivenciamos e experienciamos),
em sabedoria.

Refutando a prática comum da hipocrisia,
incrustada no seio da nossa sociedade e formatação, de:
- “proclamar a humildade”, enquanto “na calada da noite”
banha-se de ouro.
- “exaltar a retidão”, enquanto que no “segredo dos aposentos”
se fartam na luxúria, sendo escravos da devassidão.
- “exortar a LUZ”, enquanto se é seguidor, propagador e
emanador da sombra/ilusão, em prática e em pensamentos...


ArqueiroHur



Sobre a LUZ - I


Postagem original, em 01.01.2013


Sobre a LUZ - I

Lembrando do que Jesus de Nazaré nos ensinou,
(ou tentou)
com a sua prática, postura, conduta e vida:

A LUZ não defende a alguém
ou serve a 'uma causa específica', 
estruturadas, nascidas e fincadas dentro 
dos conceitos humanos
(leis, convicções e etc.).

A LUZ se restringe a VERDADE, ao AMOR
e a VONTADE DIVINA!

A LUZ permite que a Justiça e o seu complemento Divino:
Misericórdia, 
atuem,
proporcionando, por este equilíbrio, 
que a ORDEM DIVINA seja instalada e vigore
através dos 'momentos/situações', mundos, galáxias, 
dimensões...


O que nos é belo, valoroso e gratificante
ou ao contrário, 
nos é penoso, custoso e avilta...
O que atende aos nossos desejos, valores morais e sociais
ou os agride, ignora, nos aflige e contraria...;
são em geral, incongruentes, dissonantes e antagônicos
à VONTADE DIVINA e seu propósito.

Sim!... O que surge dos nossos conceitos e 'gostos',
caminha em direção oposta ao Universo Evolutivo,
desconhecendo, por esta via, ao seu objetivo. 



Olhem, revejam as palavras de Jesus na cruz!

Num momento humano, inconsciente e de 'dor', 
Ele brada:
"Pai, porque me abandonaste?".

Noutro, de consciência, entrega e confiança
(onde reconhece o seu ego), 
Ele afirma:
"Que seja feita a Tua VONTADE, Pai
e não a minha".

Enquanto 'homem' Ele, por sua 'dor física' e mazelas, 
ignorou à VONTADE DIVINA,
questionando a Criação por 'se sentir' injustiçado, ferido,
"abandonado"...

E é assim, quando aqui solicitamos que a Justiça Divina atue,
que também o fazemos: ignoramos a VONTADE DIVINA!
Pois, tudo gira em torno dos nossos conceitos, valores, dogmas
(noções de "certo e errado", de "bonito e feio", enfim...) 
do 'nosso querer e vontade',
das nossas 'dores e valores'.

E em consciência, buscando cumprir o compromisso
do Seu SER, Ele reconhece o seu ego, a sua ignorância
e se entrega ao TODO.

E é  o que devemos fazer, se assumirmos o caminho Evolutivo, 
da comunhão com o TODO.



Lembre-se:
A LUZ não possui intenção, não barganha, não busca “ter” 
ou ganhar nada.
Não “mede” ou discrimina alguém,
porém, também não “mima”, bajula ou paparica ninguém.

A LUZ É!...
E o seu propósito é o cumprimento da VONTADE DIVINA.
E desta forma, com esta compreensão,
não espere, ou busque,  
por nada de diferente do que Jesus “recebeu”;
como uma “justiça” calcada nos “seus interesses”
e desatrelada da Misericórdia Divina.

Como esquecer que o caminho foi apontado
(reconhecer-se e rever-se);
e que orientações, como também amparo
(para que pudéssemos trilha-lo
e acompanhássemos a Mãe Terra em sua jornada),
ao longo "dos tempos" aqui,
foram ofertadas?

Cada um de nós, individualmente, em cada momento/situação
fazemos nossas escolhas diante do Universo Evolutivo.

Quem efetua as observações, revisões, entrega
e escolha,
é cada um (você), individualmente.

Não tema não possuir o controle. Pois na VERDADE, 
você não o tem. 
ArqueiroHur