INFORME

Mediante os movimentos aos quais devo proceder e acatar, em respeito a vocês, meus Queridos Irmãos (ãs), ainda estou aqui. Entretanto, pode acontecer que as postagens não ocorram de forma como vinham se dando: diariamente.
Desta forma, não estranhem caso haja tal situação.
Que a Ordem Divina, permaneça em nosso caminho.

quarta-feira, 28 de junho de 2017

Vamos conversar?


Postagem original, em 25.04.2012

Vamos conversar?

- Está tudo bem?...
Espero que sim, que estejas com a PAZ da LUZ...

- Mas, você já se perguntou (e conseguiu compreender) o que lhe trouxe e faz você visitar este espaço?

- O que afinal você esperava encontrar aqui, neste espaço?...

Seu ego “vê” com estranheza os textos postados aqui, que “apontam” comportamentos a serem revistos e a “falta de mensagens esperançosas”, como é muito comum e agradável.
E isto, lhe gera um certo desconforto...
Sobre algumas leituras, você concordou, outras achou interessante...
Porém, tem tantas coisas que não batem com o que “se aprendeu”, com o que lhe foi dito ser o “certo”, que “se crê” e pratica...

E esta “sensação” de ter de ir contra a maré, contra tudo o que nos é dito, é realmente desconfortante:
Saber que somos (ou devemos sê-lo) responsáveis, em cada momento, por nosso caminho. 
Que ele, caminho, é fruto das “escolhas” 
e que o Universo “não pode interferir” nem irá atender aos meus “pedidos pessoais”; 
é ter de “se destruir” para poder reaprender a SER, 
tendo que “enfrentar” a si mesmo, ao que nos rodeia 
e a tudo que “pensamos” ter construído. 
Muitas das vezes: uniões, carreiras, bens..., 
isto sem falar nos conceitos e valores (sociais e individuais)...

Então, por quantas vezes você se perguntou o “por que” e “o que” lhe faz vir aqui, diante deste desconforto, desta “luta interna”?...

Pelo seu ego, não é. Pois, ele não gosta de ver-se na “berlinda”, exposto e “igual” a muita das coisas que “não gosta” nos outros... Seria contraditório e contraproducente.

Será que é a “sombra” que lhe faz vir aqui?...

As imagens postadas, as músicas, o fato de você individualmente me conhecer e assim querer me agradar?...

A curiosidade?...

Bom!... Pode ser que seja o Universo tentando lhe mostrar um caminho... 

E se assim o for, se você conseguiu perceber e “sentir” isto, compreenda que a “revisão sobre si” é constante e muitas coisas ainda serão “apontadas”.

Que o “cuidar” do seu Templo e ambiente é essencial.

Que estamos no caminho, mas ainda não chegamos ao destino.
Portanto, o trabalho e atenção não devem ser relaxados.
  
Que tudo deve ser efetuado com consciência; e que para tal, devemos ter e buscar o entendimento.

Que "nada me será dado"!... 
Que tudo é resultado do trabalho, da entrega, 
de se manter fiel a VERDADE... 
Que "a graça concedida" é a VIDA, 
a oportunidade de aqui estar e rever-se. 
De poder SER UM neste agora com o Universo.

Que não devemos ter “intenções” nas nossas ações, 
entretanto, “perceber” as alheias para não cedermos a elas.

Que para podermos “fazer algo pelos outros”, 
isto não pode se dar pela nossa vontade. 
Tendo que em 1º lugar, termos feito por nós 
e assim deixarmos, em consciência, 
que o Universo atue conosco naquilo que deve ser efetuado, 
se esta for a Vontade Divina...

Mas, como eu estava pretendendo “conversar” e não falar sozinho (rsrsrsrsrs...)
Vamos procurar ter a percepção do que fazemos 
em cada lugar e situação 
(com que sintonia e vibração nos associamos) 
e assim definir de uma vez por todas, 
qual o propósito que estou querendo seguir: 
o do meu ego e ou “sombra”, do que me agrada e convém; 
ou do meu SER e Universo. 
E sermos honesto conosco mesmo, 
deixando a “cultura do faz de conta” definitivamente fora da nossa vida, 
seja a “escolha do caminho” qual for.
ArqueiroHur